A Pérsia foi um reino pujante que ficava onde hoje é o Irã. Os persas se tornaram poderosos por volta de 550 a.C. Durante cerca de duzentos anos mantiveram um vasto império, que se estendia do rio Indo, no sul da Ásia, até algumas áreas do sul da Europa e do norte da África.

Após a queda do império, vários povos dominaram a Pérsia. O país que atualmente é chamado Irã teve seus primórdios no começo do século XVI, mas o mundo exterior chamava-o de Pérsia até 1935.

O Império Persa

Por volta de 550 a.C., Ciro II tornou-se rei da Pérsia. Ao longo dos quarenta anos seguintes, os persas passaram a conquistar uma região após a outra. Os reis persas tratavam os povos dominados por eles com justiça e respeito, permitindo que seguissem seus próprios costumes.

Em 522 a.C., Dario I subiu ao trono. Durante seu governo, o Império Persa atingiu a sua maior extensão e seu poder atingiu o auge. O império foi dividido em vinte satrapias, ou províncias. Cada uma delas era administrada por um governador. Os governadores, chamados sátrapas, gozavam de bastante liberdade para o exercício de suas funções. No entanto, forças militares estacionadas em cada província não deixavam que eles ficassem muito fortes. Os reis persas também usavam espiões para acompanhar de perto as atividades dos governadores.

Os persas construíram uma série de estradas para incrementar as comunicações e a atividade econômica em todo o império. A mais famosa foi a Estrada Real, que se estendia por mais de 2.400 quilômetros para oeste da capital persa de Susa.

O período final

Por volta de 500 a.C., o Império Persa começou lentamente a enfraquecer. Sofreu derrotas militares e rebeliões. No século IV a.C., um reino chamado Macedônia havia dominado a Grécia. Em 330 a.C., o líder macedônio Alexandre, o Grande já tinha conquistado também a Pérsia.

Os persas conhecidos como partos e os sassânidas dominaram a Pérsia de cerca de 247 a.C. até o século VII d.C., quando os árabes muçulmanos invadiram o território. Os persas tornaram-se muçulmanos, mas mantiveram sua própria língua, que se chama farsi ou persa. Uma família dominante no país, chamada Safévidas, assumiu o poder na Pérsia no começo do século XVI. Mais tarde, esses governantes mudaram o nome do país para Irã.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.