Pedro Américo de Figueiredo e Melo, conhecido como Pedro Américo, foi importante pintor e desenhista brasileiro. Nasceu em 1843, na cidade de Areia, no estado da Paraíba, e morreu em 1905, em Florença, na Itália.

No ano de 1852, ainda criança, percorreu por vários meses o sertão dos estados da Paraíba, de Pernambuco, do Rio Grande do Norte, do Ceará e do Piauí, desenhando a flora e a fauna locais. Ele acompanhava a expedição científica liderada por Louis-Jacques Brunet, naturalista francês que o convidou para a missão após surpreender-se com seus desenhos.

Dois anos depois, foi estudar na Academia Imperial das Belas-Artes, no Rio de Janeiro, onde se destacou. Passou, então, a ter seus estudos patrocinados pelo imperador dom Pedro II, que o enviou à França para se aprimorar. Pedro Américo viveu em Paris de 1859 a 1864, estudando com Ingres, Leon Cogniet e Horace Vernet, importantes artistas do movimento chamado Neoclassicismo. Enquanto esteve na França, também estudou filosofia e literatura.

Em 1865, passou em primeiro lugar no concurso para a cátedra de Desenho da Academia Imperial das Belas-Artes, onde havia estudado, com a tela Sócrates afastando Alcebíades dos braços do vício. Em 1869, pediu transferência para a cadeira de História da Arte, Estética e Arqueologia, lecionando nessa área até 1890. Nesse período, viajou algumas vezes para a Europa, onde fez várias exposições.

Após a proclamação da República no Brasil, foi eleito deputado da Assembleia Constituinte.

Pedro Américo foi um importante pintor dos tempos do Brasil Império. Retratou, por encomenda do governo, feitos militares e históricos, como A batalha do Avaí, baseado num episódio da Guerra do Paraguai, e O grito do Ipiranga, seu quadro mais célebre, relacionado com a Independência do Brasil.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.