O czar (imperador) russo Pedro I se tornou conhecido como Pedro, o Grande por causa de sua carreira excepcional como governante e reformista. Ele modernizou a Rússia e tornou-a mais poderosa.

Primeiros anos

Pedro nasceu em 9 de junho de 1672, perto de Moscou, na Rússia. Ele tinha cerca de quatro anos de idade quando seu pai morreu. O meio-irmão de Pedro, Fiódor, se tornou czar, mas morreu em 1682. Pedro e outro meio-irmão, Ivan, tornaram-se czares juntos. A irmã de Ivan, Sofia, governava o país enquanto Pedro crescia em uma cidade perto de Moscou.

Pedro tomou o poder de Sofia em 1689. Em 1696, Ivan morreu e Pedro se tornou o czar único da Rússia.

A expansão russa

No começo do reinado de Pedro, a Rússia se estendia por um território enorme. Apesar disso, o país não tinha acesso fácil ao mar. Pedro queria mudar isso. Em 1700, liderou uma guerra da Rússia contra a Suécia, que controlava o mar Báltico. Esse conflito ficou conhecido como Grande Guerra do Norte. Enquanto ele ocorria, Pedro construiu uma nova capital, São Petersburgo, em terras que tinham sido tomadas dos suecos. A Rússia acabou ganhando a guerra em 1721.

Depois da vitória sobre a Suécia, o império russo se formou. Pedro expandiu o território em uma guerra contra a Pérsia em 1722-1723. A Rússia conquistou terras ao redor do mar Cáspio.

Reformas internas

Pedro também promoveu mudanças dentro da Rússia. Ele buscava trazer ideias da Europa ocidental, pois os países de lá já haviam feito algumas mudanças que ele queria promover na Rússia. Em 1697, Pedro viajou para a Europa. Ele se disfarçou de operário e trabalhou em estaleiros (os lugares onde se constroem navios) da Inglaterra e da Holanda, aprendendo tudo o que podia sobre o Ocidente.

Pedro levou ideias e técnicas ocidentais para a Rússia, tornando o governo e o exército mais modernos. Incentivou a indústria e o comércio, além de construir escolas e hospitais. Também tentou fazer com que os russos adquirissem uma aparência mais ocidental, criando impostos para aqueles que usassem barbas e roupas orientais. Nem todos gostaram das mudanças. Pedro, o Grande morreu em São Petersburgo, em 8 de fevereiro de 1725.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.