Pristina é a capital de Kosovo e fica na região centro-leste do país.

Pristina é um centro cultural dos albaneses étnicos, que são a maioria da população de Kosovo. Um museu da cidade apresenta uma mostra permanente sobre a história e a população locais. A sudoeste de Pristina fica o mosteiro Gracanica, construído no século XIV e com interessantes afrescos (pinturas nas paredes). Esse é um centro de devoção religiosa para os cristãos ortodoxos sérvios. O vilarejo de Gracanica também é um ponto focal para os sérvios que moram na região do centro de Kosovo.

A economia de Pristina baseia-se nos serviços, como o comércio, a assistência à saúde, o turismo e a administração pública. Chumbo, prata e zinco são explorados nas minas localizadas nas montanhas próximas.

A cidade tem uma longa história. Até 1389, foi a capital de toda a Sérvia, que incluía Kosovo. Naquele ano, o Império Otomano, dos turcos, conquistou a Sérvia. A partir daí, a Sérvia e Kosovo desenvolveram identidades diferentes. Os líderes sérvios, então, estabeleceram Belgrado como sua capital.

A Sérvia finalmente conseguiu a independência dos otomanos e reconquistou Kosovo — que, no entanto, quis se tornar independente da Sérvia no final do século XX. Durante os combates desse período e do começo do século XXI, várias cidades de Kosovo foram duramente bombardeadas. Pristina não sofreu tantos danos, e muitas pessoas se mudaram para lá por causa disso. Kosovo declarou sua independência em relação à Sérvia em 2008, tendo Pristina como capital. A população da cidade é de 198.897 habitantes (estimativa de 2011).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.