Na antiga mitologia grega, Prometeu era um deus do fogo. Ele também era um mestre artesão, além de ser uma divindade muito esperta. Prometeu era um dos titãs. Os titãs eram gigantes que certa vez governaram o mundo.

Segundo a lenda, Zeus, o rei dos deuses, ordenou que Prometeu e seu irmão, Epimeteu, criassem os animais e as pessoas. Epimeteu fez primeiro os animais, dando a eles todas as melhores qualidades, como força e velocidade. Ele também os protegeu com pelos e penas.

Epimeteu então percebeu que tinha sobrado muito pouco para dar às pessoas. Ele pediu ajuda a Prometeu. Prometeu roubou o fogo dos deuses e deu-o aos humanos.

Zeus viu o que Prometeu fez e ficou zangado. Ele amarrou Prometeu a uma rocha. Todos os dias uma águia comia o fígado de Prometeu. Todas as noites, um novo fígado crescia para que a ave pudesse comê-lo novamente no dia seguinte. Depois de um longo sofrimento, Prometeu foi libertado pelo herói grego Héracles (ou Hércules, como era chamado pelos romanos).

Zeus também puniu os seres humanos, depois que Prometeu lhes deu o fogo. Zeus enviou a primeira mulher, chamada Pandora, para a terra. A lenda diz que a curiosidade dela trouxe problemas para o mundo.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.