Rabat é a capital do Marrocos, um país do norte da África. Situa-se no local em que o rio Bou Regreg desemboca no oceano Atlântico. Do outro lado do rio fica a cidade de Salé.

Setores de serviços, como os bancos e o comércio, são importantes na economia de Rabat. Muitas pessoas trabalham para o governo. As fábricas da cidade produzem tecidos, alimentos e tijolos, e há um importante artesanato de tapetes e de artigos de couro.

Nos tempos antigos, os romanos criaram uma colônia na área em que hoje fica a cidade. No século XII, os governantes do Marrocos instalaram um acampamento militar em Rabat, e esse ato é considerado a fundação da cidade. No início do século XVII, os muçulmanos, que tinham invadido a península Ibérica, foram derrotados e forçados a deixar a Espanha. Muitos deles se mudaram para Rabat e para Salé. Próximo do século XVII, a área se converteu em base de piratas que atacavam navios ao largo da costa do norte da África.

Em 1912, os franceses assumiram o controle da maior parte do Marrocos e fizeram de Rabat a capital do país. Em 1956, o Marrocos se tornou um país independente, mantendo Rabat como sua capital. A população da cidade (incluindo Salé) é de 1.770.000 habitantes (estimativa de 2009).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.