São Paulo é a maior cidade do Brasil e a sexta maior cidade do mundo. É a capital do estado de São Paulo, localizado na região Sudeste do país, e o município brasileiro mais influente no cenário global.

Locais de interesse

A cidade de São Paulo é famosa por sua vida cultural. Além de de ter excelentes museus, teatros e cinemas, a cidade é palco de importantes espetáculos e festivais nacionais e internacionais. A gastronomia paulistana é muito rica e diversificada e um dos pontos de atração turística.

Um dos ícones dos paulistanos (como são chamados os naturais da cidade) é a Avenida Paulista, onde se encontra a sede de várias empresas, bancos, hotéis e museus como o Museu de Arte de São Paulo (MASP), projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi.

Entre os locais de destaque estão o bairro da Liberdade, típico bairro oriental, marcado pela presença dos imigrantes japoneses, chineses e coreanos, e a Bela Vista, ou Bexiga, com presença tradicional da colônia italiana e suas cantinas. Para comerciantes do Brasil inteiro, os atrativos são a Rua 25 de Março e o bairro do Brás, em que se concentra o comércio atacadista de roupas e acessórios. O Mercado Municipal, apelidado de Mercadão, é um ponto alto da cidade. Projetado por Ramos de Azevedo, ficou pronto em 1933, substituindo o antigo mercado da Rua 25 de Março. Seus belíssimos vitrais, criados pelo artista Conrado Sorgenicht Filho, representam aspectos da produção de alimentos. As bancas de produtos frescos e coloridos são uma festa para os olhos e seus restaurantes constituem uma alegria para o estômago.

Um dos cartões-postais mais tradicionais da cidade é o Teatro Municipal. Projetado por Ramos de Azevedo, Claudio Rossi e Domiziano Rossi (1903-1911), foi inspirado no Teatro da Ópera de Paris e na arquitetura do Renascimento. O Municipal representou uma inovação para a cidade, que passou a receber companhias de ópera, teatro e orquestras do mundo todo.

O Museu Paulista (conhecido como Museu do Ipiranga) é um marco da cidade. Construído em homenagem à independência do Brasil, fica no bairro do Ipiranga, perto do riacho às margens do qual se deu esse fato histórico. Conta com um acervo de mais de 125 mil peças, entre roupas, móveis e utensílios, que pertenceram a importantes figuras da história brasileira. Dispõe, além disso, de biblioteca com 100 mil volumes e centro de documentação histórica com 40 mil manuscritos. À sua frente se estende um imenso jardim em estilo francês (gramados com buxos podados), que liga o museu histórico ao museu de zoologia, ao monumento em homenagem à independência e ao viveiro de plantas.

O Parque do Ibirapuera, projetado por Oscar Niemeyer e Burle Marx para comemorar o quarto centenário da cidade (1954), é um dos pontos de atração da cidade, com lagos, belos jardins e áreas para esporte e cultura.

Economia

São Paulo é responsável por 15 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. A cidade é sede de corporações internacionais e importante centro financeiro mundial. Sua bolsa de valores negocia os títulos das empresas brasileiras.

O setor de serviços é um dos pontos mais dinâmicos da capital paulista, destacando-se as áreas de telecomunicações, transmissão de dados digitais, serviços financeiros, pesquisa e desenvolvimento, consultoria de negócios, além de atividades relacionadas à alta tecnologia. A cidade é um centro promotor de feiras, convenções e congressos, movimentando grande fluxo de dinheiro e atraindo gente do mundo inteiro.

História

Nos primeiros dias do ano de 1554, Manuel da Nóbrega e um grupo de padres da Companhia de Jesus, entre os quais o jovem José de Anchieta (com 19 anos), iniciaram a escalada da serra do Mar rumo ao planalto, a partir de São Vicente, no litoral. Foram dezoito dias de caminhada até a vila de Santo André, onde vivia João Ramalho.

Pernoitaram na casa dele e no dia seguinte continuaram viagem, estabelecendo-se junto a um aldeamento indígena chamado Piratininga, que ficava no alto de uma colina, entre os rios Anhangabaú e Tamanduateí. No dia 25 de janeiro de 1554, dia de São Paulo, foi realizada uma missa. Em seguida, os padres construíram um barracão para instalar uma escola, no local hoje chamado Pátio do Colégio. Esse dia é considerado o da fundação de São Paulo de Piratininga, que mesclou o nome do povoado indígena com o do santo do dia. Logo, um pequeno povoado de casas de taipa (pau a pique) se formou em torno do colégio.

Em 1681, o marquês de Cascais, donatário da capitania de São Vicente, transferiu sua capital para São Paulo, a região mais pobre da colônia na época. Era um posto de abastecimento para as bandeiras, expedições (capitaneadas pelos bandeirantes) que partiam da cidade, descendo ao interior pelo rio Tietê, e percorriam o sertão do Brasil em busca de ouro, pedras preciosas e indígenas para escravizar.

Com a descoberta de ouro em Minas Gerais e depois na região do Paraná, São Paulo, que ficava no meio do caminho, acabou ganhando importância estratégica para a coroa portuguesa. Em 1815, a cidade se transformou na capital da província de São Paulo.

Em 1825, três anos após a independência do Brasil, São Paulo ganhou sua primeira faculdade, a de Direito, no Largo de São Francisco. A partir daí, a cidade tornou-se um influente núcleo intelectual e político do país. A importância econômica viria no final do século XIX, com a expansão da cafeicultura. A terra era boa para a plantação de café e trouxe muita riqueza para os fazendeiros que exportavam o produto.

Na década de 1940, a capital paulista passou por grandes intervenções urbanísticas, em especial no setor viário. As indústrias começaram a se desenvolver, tornando-se o principal motor da economia. Três décadas mais tarde, essas indústrias começaram a migrar para municípios da região metropolitana, como Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Diadema — a chamada região do ABC. Com isso, a economia paulistana voltou-se para o setor de serviços.

Em São Paulo vivem 11.821.873 pessoas, segundo estimativa de 2013 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística); sua região metropolitana, conhecida como Grande São Paulo, reúne 39 municípios, totalizando 20.128.227 habitantes, segundo estimativa de 2013 do SSPP (Sistema Seade de Projeções Populacionais).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.