São Vicente e Granadinas é um país composto de uma ilha principal e outras menores, no mar do Caribe. Localiza-se na região das Antilhas, na América Central. Sua capital é Kingstown. O país tem 110.000 habitantes (estimativa de 2014) e sua área é de 389 km2.

Geografia

O país é composto por 32 ilhotas e pela ilha de São Vicente. Ao sul, as pequenas ilhas chamadas Granadinas se alongam na direção de Granada, outro país.

A ilha de São Vicente é montanhosa, e seu ponto mais alto é o vulcão ativo chamado La Soufrière. As Granadinas têm recifes de coral. O país tem clima quente, com estações secas e chuvosas alternadas.

Flora e fauna

Florestas tropicais crescem nas montanhas de São Vicente. Palmeiras e árvores frutíferas ocorrem em áreas mais baixas. Há mamíferos como guaxinins e cutias. O papagaio-de-são-vicente é a ave nacional.

População

Cerca de dois terços da população é negra. Outra grande parcela é de pessoas com raízes africanas e europeias ou de origem indígena caraíba. Há minorias asiáticas e brancas. O inglês é o idioma oficial, e o cristianismo predomina. A maioria da população vive em cidades na costa de São Vicente.

Economia

A economia do país se baseia no turismo, na atividade financeira e na agricultura. Há o cultivo de bananas, cocos e tubérculos. O país também produz araruta em pó, um amido usado para engrossar alimentos.

História

As ilhas eram originalmente habitadas por índios ciboneis, aruaques e caraíbas. No século XVII, escravos africanos que escaparam de um naufrágio chegaram a São Vicente e deram início à miscigenação com os caraíbas. Os britânicos tomaram posse das ilhas no século XVIII. Os caraíbas se revoltaram em 1795, mas foram derrotados pelos britânicos. Colonizadores britânicos trouxeram mais africanos para trabalhar como escravos nos canaviais. São Vicente e Granadinas tornou-se um país totalmente independente em 1979.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.