A Sérvia é um país do sudeste da Europa. Durante boa parte do século XX, fez parte da Iugoslávia. Na década de 1990, todas as repúblicas iugoslavas, com exceção da Sérvia e de Montenegro, tornaram-se países independentes. Em 2003, essas duas repúblicas formaram um novo país chamado Sérvia e Montenegro. No entanto, Montenegro declarou sua independência em 2006. Em 2008, a província do Kosovo rompeu com a Sérvia e declarou independência também. A Sérvia, porém, se recusou a reconhecer o Kosovo como país independente. A capital da Sérvia é Belgrado. O país tem 7.095.000 habitantes (estimativa de 2015) e área de 77.498 km2.

Geografia

A Sérvia fica na península dos Bálcãs. Faz fronteira com o Kosovo, a Bósnia e Herzegovina, a Croácia, a Hungria, a Romênia, a Bulgária, a Macedônia, a Albânia e Montenegro.

O rio Danúbio corre através do norte do país, que é uma região plana. A área ao sul do Danúbio é principalmente montanhosa. A maior parte do país tem invernos frios e verões quentes.

Flora e fauna

Florestas de carvalho e de faia crescem nas áreas mais baixas, enquanto os pinheiros e os abetos prosperam nas montanhas. Entre os animais do país há cervos, raposas, lobos, porcos selvagens, ursos e muitos tipos de aves.

População

Os sérvios representam a maioria da população. Outros grupos pequenos, principalmente de húngaros, croatas, bósnios, ciganos e montenegrinos, também vivem no país.

A maioria dos sérvios é de cristãos ortodoxos. A população fala a língua sérvia. Cerca de metade dela vive em cidades grandes ou pequenas.

Economia

A indústria é parte importante da economia, fabricando máquinas, metais, produtos químicos, alimentícios e eletrônicos, roupas, carros, caminhões e outros bens. A indústria de mineração produz alumínio, cobre e chumbo.

A agricultura também é importante. As principais plantações são de milho, beterraba-açucareira, trigo e batatas. Os agricultores também produzem uvas para fazer vinho. Os porcos, as ovelhas e o gado bovino formam os principais rebanhos.

História

A região dos Bálcãs é habitada há milhares de anos. Os povos eslavos, entre eles os sérvios, se fixaram na área por volta do século VII. O Império Otomano dominou os sérvios em 1389. A Sérvia retomou sua independência no século XIX.

Em 1914, um sérvio assassinou Francisco Ferdinando, arquiduque (príncipe) da Áustria. Em resposta a esse ato, a Áustria declarou guerra à Sérvia. Esse conflito resultou na Primeira Guerra Mundial.

A Iugoslávia

Depois da guerra, em 1918, a Sérvia se uniu a Montenegro, Croácia, Eslovênia, Macedônia e Bósnia e Herzegovina para formar um novo país chamado Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos. Em 1929, o país foi rebatizado como Iugoslávia.

Os comunistas assumiram o governo da Iugoslávia depois que a Segunda Guerra Mundial terminou, em 1945. A Iugoslávia teve um rígido governo comunista até o final dos anos 1980.

Guerra civil e período posterior

Em 1991 e 1992, quatro das repúblicas da Iugoslávia declararam independência. A Sérvia queria manter a Iugoslávia unida. As repúblicas travaram uma guerra civil até 1995. Quando ela terminou, a Croácia, a Eslovênia, a Macedônia e a Bósnia e Herzegovina haviam se tornado países independentes. Apenas a Sérvia e Montenegro permaneceram na Iugoslávia.

Depois da guerra, os albaneses da província sérvia do Kosovo também começaram a lutar por independência. Os sérvios reagiram atacando muitos vilarejos albaneses. Os combates terminaram em 1999, mas os problemas entre os albaneses e os sérvios da Iugoslávia continuaram. A Organização das Nações Unidas passou a exercer o governo do Kosovo.

Em 2003, as repúblicas da Sérvia e de Montenegro formaram uma nova união, que deu a cada uma delas mais independência. Montenegro abandonou a união em 2006. Em 2008, o Kosovo declarou independência em relação à Sérvia. Outros países apoiaram a medida, mas a Sérvia se recusou a reconhecer o Kosovo como país independente.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.