Santiago é a capital do Chile, um país da América do Sul, e sua maior área metropolitana. É também o centro cultural, industrial e dos negócios do país. Situa-se às margens do rio Mapocho, no pé da cadeia de montanhas denominada Andes. Já sofreu muitos terremotos e inundações.

Muitas das fábricas do país ficam em Santiago e em seus subúrbios. Elas produzem artigos de metal, alimentos, tecidos, roupas, artigos de couro e produtos químicos. Santiago é o centro bancário do Chile. Outras atividades do setor de serviços, como o turismo e os seguros, também contribuem para a economia da cidade.

Antes da chegada dos espanhóis, os índios picunches viviam na área de Santiago. Os colonizadores espanhóis conquistaram a região no século XVI, e o explorador Pedro de Valdivia fundou Santiago em 1541. A cidade cresceu lentamente. A Espanha governou Santiago até o início do século XIX.

Em 1818, o Chile tornou-se um país independente, tendo Santiago como capital. Depois disso, a população e a economia da cidade cresceram muito. A população de Santiago é de cerca de 6 milhões de habitantes e em sua área metropolitana vivem 7.007.620 pessoas (estimativas de 2012).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.