O Sistema Internacional de Unidades, também conhecido como SI, é inspirado no sistema métrico e é o mais usado no mundo. É um conjunto padronizado de definições de unidades de medida, utilizado hoje em quase todo o mundo moderno e em várias áreas da atividade humana, como a técnico-científica, a política, a econômica e a social. Por sua lógica e coerência, pode ser usado por pessoas de origens, de culturas e de línguas diferentes.

Desde os tempos mais remotos, as civilizações tentaram criar sistemas de unidades que pudessem facilitar o intercâmbio comercial e cultural entre os povos. Assim, considera-se que a primeira unidade criada foi a do tempo. No século XVII, o cientista inglês John Wilkins tentou estabelecer unidades de comprimento, de volume e de massa.

Com base nesses trabalhos, em 1793, durante a Revolução Francesa, o metro foi definido como unidade para medir distâncias. Foram definidas também as unidades de volume (o litro) e de massa (o grama). A partir disso, em 1795, o Sistema Métrico Decimal entrou em vigor plenamente.

No século XIX e na primeira metade do século XX, várias comissões internacionais foram criadas para elaborar sistemas de unidade de peso, de medida, de voltagem ou de amperagem, entre outras. A mais importante foi a Convenção do Metro, elaborada em 1875, que criou o Escritório Internacional dos Pesos e Medidas e a Conferência Geral dos Pesos e Medidas.

Essa conferência se reúne a cada quatro anos em Paris, na França, para analisar a evolução do Sistema Internacional de Unidades.

O Sistema Internacional de Unidades tem sete unidades básicas. Cada uma delas é representada por uma unidade, com seu símbolo:

o metro (m): unidade de comprimento;

o quilograma (kg): unidade de massa;

o segundo (s): unidade de tempo;

o ampère (A): unidade da corrente elétrica;

o kelvin (K): unidade de temperatura;

o mol (mol): unidade de massa molecular;

a candela (cd): unidade de intensidade luminosa.

A maior parte dos países do mundo utiliza o Sistema Internacional de Unidades. Chama-se metrificação a substituição de um sistema nacional pelo sistema internacional. Apenas cinco países ainda não aderiram oficialmente ao sistema internacional: Mianmar e as ex-colônias inglesas da Jamaica, da Gâmbia e do Maláui, além da Libéria. No Reino Unido, o uso do sistema métrico é obrigatório no comércio, na saúde, na segurança e na administração, embora as unidades imperiais, ou inglesas (baseadas em milhas, polegadas ou pés, entre outras), ainda sejam comuns no dia a dia. Também nos Estados Unidos (que só aceitaram o sistema métrico em 1866) o SI é aceito e recomendado desde 1959, mas ainda não é comumente usado.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.