Sucre é uma das capitais da Bolívia, país da América do Sul. Na cidade está o poder judiciário do país, com o Supremo Tribunal (o maior órgão da justiça). Os poderes legislativo (congresso) e executivo (presidente e órgãos de governo) da Bolívia ficam em La Paz, que é a capital administrativa.

Grande parte da população de Sucre trabalha no comércio, na educação ou em indústrias de óleo, cimento e produtos alimentícios.

Até a chegada dos colonizadores espanhóis, no começo do século XVI, a região da atual Sucre era um vilarejo indígena do povo charca. Em 1539, os espanhóis fundaram no mesmo local a cidade de La Plata, que também ficou conhecida com os nomes de Charcas e Chuquisaca.

Em 1825, a Bolívia se tornou independente, e La Plata foi declarada sua capital. O nome da cidade foi mudado para Sucre, em homenagem ao líder boliviano Antonio José de Sucre.

Em 1898, diferentes grupos políticos de Sucre e La Paz disputaram o governo do país. A solução do conflito foi dividir o poder entre as duas cidades. La Paz tornou-se capital administrativa, enquanto Sucre permaneceu como capital judiciária.

A cidade fica cerca de 2.800 metros acima do nível do mar e tem 261.201 habitantes (estimativa de 2012).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.