Túnis é a capital e maior cidade da Tunísia, um país do norte da África. A cidade fica no golfo de Túnis, que a separa do mar Mediterrâneo. Um canal liga Túnis a um porto no Mediterrâneo.

Túnis é o centro industrial da Tunísia. A cidade tem fábricas de produtos alimentícios, tecidos, vestuário e eletrônicos, entre outros artigos. Muitas pessoas em Túnis trabalham no setor bancário, no turismo ou em outros ramos da indústria de serviços.

Os líbios fundaram Túnis na Antiguidade. Mais tarde, os fenícios construíram a cidade de Cartago nas proximidades. Cartago se tornou uma grande potência, e Túnis ficou sob seu controle. Os romanos acabaram destruindo Túnis durante uma guerra contra Cartago, em 146 a.C., mas a reconstruíram mais tarde para ser uma cidade do Império Romano.

Os árabes capturaram Túnis no século VII. A cidade tornou-se, mais tarde, a capital de um império muçulmano. No século XIII, Túnis era uma das principais cidades para os praticantes do islamismo.

Em 1674, Túnis e o resto da Tunísia tornaram-se parte do Império Otomano, criado pelos turcos. A França assumiu o controle da Tunísia em 1881. Em 1956, o país tornou-se independente, e Túnis foi designada sua capital. A população da cidade é de 638.845 habitantes (censo de 2014).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.