Tbilisi é a capital da Geórgia, um país da Ásia central. A cidade fica à beira do rio Kura, que em georgiano significa “o lento”. A capital é a maior cidade georgiana e também um importante centro industrial, cultural e de pesquisas.

A produção industrial em Tbilisi está centrada em máquinas, vestuário, alimentos processados e bebidas. Muitas pessoas trabalham para o governo e em atividades da área de serviços, dentre elas o turismo. A cidade atrai muitos turistas, curiosos para experimentar os banhos nas termas de água mineral que brotam diretamente do solo. O nome Tbilisi significa, justamente, “lugar quente”.

Tbilisi foi fundada por volta do ano 450. Ela fica na junção da Europa com a Ásia, e antigamente estava localizada em uma importante rota comercial, a Rota da Seda, o que a tornou alvo do domínio de diferentes povos. Ao longo dos séculos, ela foi governada por persas, bizantinos, árabes e mongóis.

Em 1801, a Rússia dominou a cidade e fez dela a capital da província da Geórgia. A União Soviética tomou posse da região em 1921, e a Geórgia se tornou uma das repúblicas que compuseram o país. Setenta anos depois, a Geórgia tornou-se independente, e Tbilisi ficou sendo sua capital. A população da cidade é de 1.172.700 habitantes (estimativa de 2012).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.