Toronto é a maior cidade do Canadá, constituindo o centro cultural, comercial e financeiro do país. É também a capital da província de Ontário.

Panorama da cidade

Toronto situa-se na margem norte do lago Ontário, na extremidade sul da província. Sua população é muito diversificada. Gente do mundo inteiro vive na cidade e contribui para enriquecer sua cultura. A cidade tem muitos museus, teatros e centros de música, como o Museu Real de Ontário e o Centro de Ciência de Ontário. Toronto é também sede de várias equipes desportivas importantes.

Podem-se encontrar parques e jardins por toda a cidade. Várias ilhotas no lago fazem parte do sistema de parques. Um serviço de barcas liga a cidade às ilhas de Toronto.

Economia

Toronto é um importante centro comercial por causa de sua localização junto ao lago Ontário, um dos cinco Grandes Lagos da América do Norte. Navios transportam mercadorias entre os portos situados nos Grandes Lagos e podem alcançar o oceano Atlântico através da Via Marítima do rio São Lourenço.

Muitos bancos e outras instituições financeiras têm sede em Toronto ou nas proximidades da cidade. Outras atividades importantes são a pesquisa aeroespacial, a moda, o cinema, a televisão, o processamento de alimentos e a tecnologia da informação. Os muitos parques e as atrações culturais também trazem turistas à cidade.

História

O primeiro povo a viver na área de Toronto foram os índios sênecas, que construíram um povoado ali no século XVII. Durante muitos séculos eles estabeleceram rotas de caça e de comércio do lago Ontário para o norte e o oeste. No povoado indígena, várias trilhas se juntavam. Também no século XVII, os primeiros europeus (exploradores, comerciantes de peles e missionários) chegaram à área, seguindo as antigas trilhas dos índios. Os franceses foram os primeiros a usar o nome Toronto para se referir a uma região ao norte da cidade atual.

No começo do século XVIII, os franceses estabeleceram três fortes na área em que hoje fica Toronto. O domínio da região foi motivo de luta contra os britânicos, que acabaram por se apossar de todo o Canadá. Em 1787, eles compraram de um grupo de nativos americanos a terra em torno do lago Ontário. Os colonizadores logo começaram a desmatar a área para estabelecer fazendas. Em 1793, Toronto foi escolhida para ser a nova capital de Ontário, que constituía uma província chamada Alto Canadá na época. O nome da cidade foi mudado para York.

Os Estados Unidos ocuparam York por vários dias em 1813, durante uma guerra contra os britânicos, mas estes logo recuperaram o controle sobre a cidade. Depois do conflito, a população aumentou bastante. Em 1834, a cidade foi renomeada como Toronto. Um incêndio destruiu muitos edifícios em 1849, mas a cidade logo foi restaurada.

Toronto desenvolveu-se rapidamente depois que duas ferrovias alcançaram a área, em meados da década de 1850. Em meados do século XX, a população voltou a aumentar, tornando-se mais diversificada. Algumas pessoas que foram forçadas a deixar suas casas por causa de guerras na Europa e na Ásia mudaram-se para Toronto a fim de começar uma vida nova. Em 1998, o governo de Ontário reuniu Toronto às cidades vizinhas de East York, Etobicoke, North York, Scarborough e York para formar a nova Cidade de Toronto. A população de Toronto, incluída a região metropolitana, é de 6.055.724 pessoas (estimativa de 2014).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.