Vilna é a capital da Lituânia, um país do nordeste da Europa. É uma cidade muito antiga, que reúne várias culturas. Os primeiros registros sobre ela datam do século X. No século XVI, a cidade cresceu como um centro comercial. Durante centenas de anos, também foi um centro de cultura e educação judaicas.

As principais atividades econômicas estão ligadas aos segmentos de serviços, como bancos, comércio e turismo. A cidade também tem indústrias fortes. Entre as mais importantes estão as de vestuário, processamento de alimentos e editorial.

Muitos países — entre eles Rússia, Suécia e Polônia — dominaram Vilna ao longo de sua história. Em 1940, a Lituânia passou a ser uma das repúblicas da União Soviética.

Tropas alemãs governaram Vilna durante a Segunda Guerra Mundial. A cidade sofreu sérios danos. Os alemães exterminaram quase todos os judeus locais, em uma matança em massa conhecida como Holocausto.

Depois da guerra, a União Soviética voltou a governar a Lituânia, mas em 1991 o país ficou completamente independente. Vilna voltou a ser a capital. Com uma população de 529.022 habitantes (estimativa de 2014), ela é a maior cidade lituana. Seu nome em lituano é Vilnius.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.