O açaí é uma fruta pequena e redonda, de cor bem escura, parecida com a jabuticaba. Nasce em cachos, numa palmeira típica da Amazônia e do Nordeste, com a qual se faz um suco gostoso e nutritivo. O açaí é consumido diariamente na região Norte, como o arroz com feijão em outras partes do Brasil. Lá, no dia a dia, o hábito é comer peixe com farinha de mandioca e suco de açaí por cima. Ou, como sobremesa, misturado com açúcar e farinha de tapioca. Para as outras regiões do Brasil, a polpa do açaí é transportada congelada. É com ela que se faz o chamado “açaí na tigela”, com xarope de guaraná e banana ou granola.

Para obter a polpa, as frutas escuras são passadas num moedor, que extrai um suco grosso e arroxeado. Com a polpa são feitos sorvetes, doces, geleias e licores. Da palmeira também se extrai um saboroso palmito, que é industrializado.

Popularmente, atribuem-se várias propriedades medicinais ao açaí: ele é considerado energético e, por isso, muito consumido por esportistas. Também são produzidos, com ele, cremes, sabonetes e xampus.

As palmeiras do açaí, chamadas açaizeiros, dão frutas o ano todo, mas a quantidade é maior entre julho e dezembro. A coleta é trabalhosa: é preciso subir na palmeira e cortar o cacho lá em cima. Um coletor experiente chega a cortar duzentos cachos por dia. Boa parte do sustento de muitos ribeirinhos — as pessoas que vivem na beira dos rios — vem do açaí.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.