Um aeroporto é uma área destinada a pouso e decolagem de aeronaves, com instalações apropriadas para embarque e desembarque de passageiros e cargas e para serviços relacionados a esse fim.

Em geral, os aeroportos são construídos em locais de fácil acesso a partir das cidades. Atendem voos comerciais — que transportam passageiros em viagens de trabalho ou lazer — e de carga. Alguns aeroportos são usados para fins militares e recebem o nome de aeródromos.

Existem dois tipos de aeroporto: os nacionais — que realizam voos apenas dentro dos limites do país, os chamados voos domésticos; e os internacionais, que realizam viagens internacionais e nacionais também.

A movimentação dos aviões é monitorada por uma torre de controle que autoriza ou não os pousos e as decolagens. Ela fica num local privilegiado, de onde se vê tudo o que acontece nas imediações do lugar.

Mais de cem aeroportos em todo o mundo atendem cerca de 10 milhões de passageiros por ano. A cada dia, mais e mais pessoas viajam de avião. Com isso, os serviços de atendimento ao usuário, relacionados direta ou indiretamente com viagens, são tão importantes quanto voar: serviços de resgate em casos de acidente, táxi, ônibus exclusivos, estacionamento e aluguel de carros, lanchonetes, cafés. Esses são só alguns exemplos de serviços oferecidos dentro de um aeroporto.

É por isso que há muitas empresas envolvidas na organização e no funcionamento de um aeroporto. Entre elas as companhias aéreas, autoridades de controle aéreo — que no Brasil é feito por militares — e agências do governo, como as de Saúde, de Imigração e de Polícia. Há também funcionários para o atendimento dos passageiros, outros que realizam a limpeza de várias áreas do aeroporto, os que fazem a segurança e os que cuidam da alimentação; além deles, há os tripulantes, que trabalham dentro do avião, e pessoas que dão informações, esclarecem dúvidas e recebem reclamações.

Além dos aviões, outros veículos também circulam dentro de um aeroporto: ônibus destinados ao transporte de passageiros até o avião; veículos menores que transportam e abastecem a aeronave com combustível; carros que entregam a comida a ser servida durante as viagens, os que carregam todo o lixo da aeronave e os que fazem transporte de malas até o bagageiro. Além disso, todos os aviões passam regularmente por manutenção mecânica, o que garante a segurança dos voos e o bom funcionamento das aeronaves.

O projeto de um aeroporto

A construção de um aeroporto resulta de diversos estudos e projetos de engenharia, arquitetura e planejamento urbano. Ele deve ter boa localização, ficar próximo a grandes centros e ao mesmo tempo situar-se em área segura, com boa visão para a realização de pousos e decolagens e onde haja espaço suficiente para muitos aviões.

Os engenheiros devem dar atenção especial aos ventos da região em que o aeroporto será construído, porque eles interferem diretamente na realização das aterrissagens e decolagens.

As pistas de decolagem são parte importante também. Elas precisam ser planas e ter comprimento e largura suficientes para comportar aviões de vários tamanhos.

Os aeroportos das grandes cidades em geral têm pista de asfalto, mas há também os que têm pista de concreto. Em aeródromos particulares ou em áreas isoladas, as pistas de pouso e decolagem costumam ser de terra.

Recordes

O maior aeroporto do mundo é o Aeroporto Internacional de Pequim, na China, com área de 986 mil quilômetros quadrados.

No continente americano, o maior é o Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, nos Estados Unidos, com 250 mil metros quadrados de área construída.

O aeroporto mais movimentado do mundo é o Hartsfield-Jackson Atlanta International Airport, em Atlanta, no estado da Georgia, (EUA), onde passam cerca de 88 milhões de passageiros por ano (dados de 2009 do Airports Council International). Os aeroportos de Congonhas, na cidade de São Paulo, e de Guarulhos (ambos no estado de São Paulo) são os mais movimentados da América Latina, e por eles embarcaram e desembarcaram cerca de 50 milhões de passageiros em 2012 (dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária, Infraero).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.