Agricultura é o conjunto de atividades e técnicas relacionadas ao cultivo da terra e à criação de animais, praticadas pelo agricultor ou lavrador. A agricultura fornece alimento e muitos materiais necessários à sobrevivência dos homens.

Cultivo de plantas e criação de animais

Os produtos agrícolas que servem de alimento às pessoas podem ser vegetais e animais. Entre os primeiros estão as frutas, as verduras, os legumes e os cereais. A carne, os laticínios (derivados do leite) e os ovos são alguns dos produtos alimentícios de origem animal mais comuns.

Plantas e animais também fornecem materiais naturais, como algodão, linho, e couro. Os trabalhadores transformam esses materiais em fio, tecido e couro, que são usados para confeccionar roupas, cortinas, sapatos, capas para mobílias e muitos outros itens.

Plantar árvores é outra tarefa agrícola importante. A madeira dessas árvores é usada em construções, móveis, barcos etc.

Localização e clima

A agricultura é praticada em fazendas, sítios, granjas, chácaras, hortas e pomares no mundo todo. Os agricultores cultivam produtos agrícolas e criam gado em vários climas diferentes e em muitos tipos de solo. Algumas regiões recebem muito sol ou muita chuva. Outras têm clima mais frio ou mais seco. Cada lugar tem seu próprio tipo de agricultura.

As plantas e o gado precisam de ar, de água e de nutrição para permanecer vivos. Se uma planta não tem o tipo de solo apropriado, pode morrer. Da mesma forma, os animais necessitam o clima adequado e do alimento correto para sobreviver. Os agricultores procuram criar tipos de gado e de plantas que se desenvolvam bem em sua região. Se não tiverem condições naturais perfeitas, tentam criar as melhores condições possíveis. Por exemplo, muitos fazendeiros utilizam irrigação artificial em regiões em que o solo é seco.

História

Os homens podem ter começado a domesticar animais e a plantar pequenas culturas há 10 mil anos. Todavia, muitos povos primitivos eram nômades que iam de um lugar para outro à procura de alimento em locais selvagens enquanto viajavam. Eles caçavam, pescavam e colhiam frutas secas (como as nozes), frutas silvestres e raízes.

Finalmente, as pessoas aprenderam a manter alguns animais em rebanhos. Pararam de perambular e começaram a se fixar no mesmo lugar por períodos de tempo mais longos. Construíram casas e começaram a cultivar suas safras na terra em redor. Plantar e colher fornecia um suprimento de alimento mais seguro do que caçar e coletar. Pequenos povoados se transformaram em aldeias, vilas e cidades.

Cerca de duzentos anos atrás, a Revolução Industrial trouxe grandes mudanças à agricultura. No passado, as pessoas usavam ferramentas manuais e animais para ajudá-las a plantar e a colher. Máquinas inventadas durante a Revolução Industrial facilitaram esse trabalho. Como resultado, as fazendas já não necessitavam de tantos trabalhadores quanto antes. Muitos deles se mudaram do campo para as cidades em busca de empregos.

Atualmente, a maior parte da agricultura acontece bem longe das grandes cidades. Enormes companhias controlam a maior parte das terras agricultáveis. As culturas crescem em grandes lotes de terra com a ajuda da irrigação e de produtos químicos. Fazendeiros criam gado sadio com ajuda da medicina. Nos países pobres, contudo, muitas pessoas ainda dependem de lotes de terra mínimos e de rebanhos pequenos para sobreviver.

A finais do século XX surgiu a agricultura orgânica, que é uma técnica de produção que emprega métodos biológicos de adubação do solo e controle de pragas em vez de fertilizantes químicos, pesticidas e outros produtos sintéticos, considerados prejudiciais à saúde e ao meio ambiente. Também, os fazendeiros usam um sistema orgânico de criação, em que os animais são criados livres, soltos em campos ou quintais, em vez de mantê-los em baias ou gaiolas lotadas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.