O albatroz é uma grande ave marinha com asas muito longas e estreitas. Ele consegue voar longas distâncias com pouco esforço, mas costuma fazer aterrissagens desajeitadas. Para atrair a parceira, faz danças e rituais engraçados. Por essa razão, muitos marinheiros o chamam de “pássaro boboca”.

Existem mais de dez espécies de albatroz, que pertencem à família de aves chamada diomedeídeos.

O albatroz passa a vida voando em alto-mar e dorme na superfície da água. Assim, não precisa visitar a terra, a não ser na temporada de reprodução, quando faz o ninho em alguma ilha. A maioria das espécies sobrevoa o oceano Índico e o sul dos oceanos Pacífico e Atlântico.

O albatroz está entre as maiores aves voadoras do mundo, podendo pesar até 11 quilos. A envergadura das asas do albatroz-errante pode passar de 3 metros, sendo maior que a de qualquer outra ave. O albatroz tem cabeça grande, bico curvo e dedos das patas interligados por uma membrana. Quando adulto, geralmente tem plumagem branca no corpo e penas pretas, marrons ou brancas nas asas. Alguns poucos têm penas marrons no corpo inteiro.

O albatroz pode passar horas planando sobre correntes de ar, sem bater as asas. Mas tem dificuldade em voar quando não há vento.

Ele se alimenta principalmente de lulas e, às vezes, de peixes. Também come restos de comida deixados por navios de passagem.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.