O alho é uma planta, parente próximo da cebola. Seus bulbos são um ingrediente muito popular na culinária. O alho pertence à família das liliáceas, e seu nome científico é Allium sativum.

O alho foi cultivado pela primeira vez na Ásia central. Hoje, ele também cresce, mesmo sem ser cultivado, na Itália e no sul da França. Nos Estados Unidos, o maior produtor de alho é a Califórnia. No Brasil, cerca de 30 por cento do alho consumido anualmente é produzido no país; o restante é importado, principalmente da China e da Argentina.

O alho é a uma planta perene, o que significa que não precisa ser replantado todos os anos. Há dúzias de variedades de alho. O topo do talo da planta geralmente produz flores e bulbos minúsculos, porém os bulbos utilizados na culinária ficam no solo, na raiz da planta. Cada bulbo contém mais de vinte segmentos chamados dentes, que são cobertos por uma pele fina como papel. A planta do alho não produz sementes. Novas plantas germinam a partir dos pequenos bulbos ou dentes.

O alho tem cheiro marcante, semelhante ao da cebola, e gosto forte. Os dentes são descascados e, depois de picados ou amassados, são usados para aromatizar os mais variados pratos, como molhos e cozidos. Desde os tempos antigos, o alho tem sido usado também na medicina. Além disso, antigamente as pessoas costumavam carregar tranças de alho, acreditando que assim manteriam longe vampiros e outros demônios.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.