O anglicanismo é uma forma de cristianismo. É parte do ramo protestante da religião cristã. No mundo todo há pessoas que pertencem a Igrejas anglicanas. Algumas dessas Igrejas têm nomes diferentes, mas são todas relacionadas entre si. Juntas, são conhecidas como Comunhão Anglicana. O anglicanismo desenvolveu-se na Inglaterra, e a Igreja da Inglaterra é ainda a principal Igreja dos anglicanos.

Crenças

No século XVI, os líderes da Igreja apresentaram os chamados Trinta e Nove Artigos, que afirmavam as crenças da Igreja, embora as Igrejas individuais não fossem obrigadas a segui-las. Há certas ideias básicas, contudo, que a maior parte dos anglicanos aceitam. Eles seguem a Bíblia e acreditam em dois sacramentos principais, ou sinais especiais de fé: o Batismo e a Sagrada Comunhão.

Práticas

Os anglicanos geralmente assistem aos cultos nas manhãs de domingo, usando neles uma obra chamada O livro de oração comum. O livro foi escrito no século XVI e foi revisado várias vezes após isso.

História

A Igreja Anglicana foi criada quando o rei Henrique VIII separou a Igreja da Inglaterra da Igreja Católica em meados do século XVI. Ele fez isso porque o papa Clemente VII se recusou a lhe conceder a anulação de seu casamento com Catarina de Aragão. Henrique queria manter a Igreja inglesa tal como era, com a única diferença de que ele seria o seu chefe, em vez do papa.

Na época, outros povos na Europa estavam rompendo com a Igreja Católica igualmente. Esse movimento ficou conhecido como Reforma protestante. Algumas pessoas na Inglaterra queriam que a Igreja da Inglaterra mantivesse laços com o catolicismo romano, enquanto outras queriam mais mudanças, como em outras Igrejas protestantes. Com a morte de Henrique, o arcebispo Thomas Cranmer, um líder da Igreja, começou a fazer essas mudanças. Ele publicou o primeiro Livro de oração comum. Também revisou as formas tradicionais de culto para incorporar as ideias protestantes.

A partir do século XVII até o XIX, exploradores ingleses fundaram colônias na América, na África, na Índia e na Oceania. Missionários logo difundiram a Igreja da Inglaterra para todas as colônias inglesas. A partir desses esforços missionários, foram criadas Igrejas separadas que vieram a formar a Comunhão Anglicana, como a Igreja Episcopal, dos Estados Unidos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.