O apatossauro era um dinossauro enorme que pesava mais do que cinco elefantes adultos. A palavra “apatossauro” vem do grego Apatosaurus, que significa “lagarto enganador”. Antes conhecido como brontossauro (ou Brontosaurus, que quer dizer “lagarto-trovão”), o apatossauro pertence ao grupo dos saurópodes, do qual também faz parte o braquiossauro. Os saurópodes eram grandes dinossauros herbívoros, com pescoço comprido, corpo maciço e quatro patas em forma de pilares.

Quando e onde viveu o apatossauro

O apatossauro existiu de 147 a 137 milhões de anos atrás. Muitos fósseis foram encontrados na América do Norte, em especial nos estados americanos de Wyoming, Utah, Oklahoma e Colorado.

Características físicas

O apatossauro, um dos maiores animais terrestres de todos os tempos, atingia 21 metros de comprimento e 4,6 metros de altura, pesando entre 30 e 36 toneladas. Tinha pescoço e cauda compridos e andava sobre quatro patas, com grandes pés dotados de garras. A cabeça era pequena e semelhante à de um cavalo, com dentes longos em forma de pregos.

Comportamento

O apatossauro se alimentava de folhas de árvores e plantas. O longo pescoço permitia alcançar galhos a 10 metros de altura. Para ajudar a digestão, engolia pequenas pedras. Provavelmente vivia e se deslocava em bandos. Como outros dinossauros, era ovíparo – ou seja, reproduzia-se botando ovos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.