As artes decorativas visam a embelezar coisas úteis e incluem, por exemplo, a cerâmica, a joalheria, a tecelagem e o entalhe em madeira. Diferentes culturas pelo mundo afora têm suas próprias formas de artes decorativas, e muitos tipos de trabalhos como esses também são chamados de artesanato.

Na maior parte da história da humanidade, essas artes eram feitas manualmente. Na América, vários povos indígenas produziam peças de cerâmica pintadas e cestos refinados. Nas colônias inglesas da América do Norte, um artesão chamado Paul Revere se tornou conhecido por criar lindos objetos de prata, como utensílios, tigelas, pratos e castiçais.

Na Europa e nos primórdios da América, a educação de uma moça geralmente incluía artes decorativas, que eram ensinadas na escola e em casa. Além do bordado e da confecção de colchas, as garotas aprendiam a pintar flores e paisagens em tampos de mesa e em outros objetos domésticos.

No século XIX máquinas passaram a ser usadas para fazer artes decorativas. Fábricas produziam cerâmicas, móveis, luminárias e tapetes a partir de desenhos criados por artistas. Cada desenho era reproduzido em milhares de objetos decorativos.

O movimento Artes e Ofícios

Alguns artistas decorativos, porém, ainda queriam criar objetos exclusivos. Muitos deles se agruparam num movimento chamado Artes e Ofícios. Esses artistas faziam vitrais e luminárias manualmente, além de móveis e outros objetos úteis e belos.

Evoluções posteriores

No início do século XX, foi aberta na Alemanha a famosa escola de design Bauhaus. Lá, os artistas desenhavam móveis e outras peças para a casa, buscando torná-los ao mesmo tempo úteis e artísticos. Sua ideia era que o bom design, ou projeto, de objetos utilitários, como garfos e bules de chá, podia melhorar a vida das pessoas.

As artes decorativas continuam a ser muito populares. Muitos tecelões, joalheiros, entalhadores de madeira e outros artesãos vendem seu trabalho em exposições de arte, galerias e lojas. Pessoas que não são artistas também gostam de fazer objetos decorativos e aprendem a criá-los por meio de livros, revistas, programas de decoração na televisão e na internet, e programas de computador como os aplicativos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.