O badminton é um jogo que exige enorme concentração e agilidade. Dois ou quatro jogadores usam raquetes pequenas e leves para lançar uma espécie de peteca por cima de uma rede. As partidas são disputadas em uma quadra parecida com a quadra de tênis. A peteca, mais conhecida como volante, pode se deslocar a uma velocidade de até 177 quilômetros por hora. Os jogadores precisam tomar decisões em questão de segundos ao fazer as jogadas. O badminton é praticado em mais de setenta países, sendo especialmente popular na Malásia, na Tailândia e na Indonésia.

O jogo pode ser disputado ao ar livre, mas as competições oficiais, individuais ou em duplas, são realizadas em quadras cobertas. As quadras de badminton têm superfície de madeira ou de concreto e são marcadas com linhas brancas que mostram as áreas de serviço. Assim como os tenistas fazem com a bola, os jogadores de badminton rebatem o volante de um lado para o outro da quadra. No badminton, porém, os saques são dados com as mãos abaixo dos ombros.

Apenas o lado que deu o saque pode marcar pontos. Um ponto é marcado quando o adversário comete uma falta, ou erro. Entre as faltas estão invadir o campo adversário, não conseguir rebater o volante sobre a rede antes que ele caia no chão, batê-lo abaixo da rede ou contra ela, lançá-lo fora dos limites da quadra ou ser atingido por ele durante o voo. Se o lado servidor cometer uma falta, o adversário tem direito a dar o saque. Em jogos masculinos, vence o primeiro jogador (ou dupla) que marcar 15 ou 21 pontos. Os jogos femininos terminam aos 11 pontos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.