Bambu é o nome usado para designar muitos tipos de gramíneas altas com um tronco que lembra o das árvores. Existem no mundo centenas de diferentes espécies, ou tipos, de bambu. Elas crescem em áreas com clima de moderado a quente e úmido. A maioria dessas áreas fica na Ásia e em ilhas dos oceanos Índico e Pacífico. Um pequeno número de tipos se desenvolve bem no sul dos Estados Unidos.

O caule do bambu chama-se colmo e varia bastante de tamanho. Os tipos menores têm de 10 a 15 centímetros de altura. Nas espécies maiores, os colmos medem até mais de 40 metros. Os colmos são ocos e sobem em agrupamentos a partir de uma haste subterrânea chamada rizoma. Alguns crescem até 30 centímetros por dia.

O bambu é usado para diversas finalidades, particularmente na Ásia. Em alguns países as sementes são comidas como grãos ou os brotos são cozidos e comidos como legumes. O gado come as folhas. Alguns tipos de bambu são esmagados para a fabricação de papel. As hastes de outros tipos são trançadas e usadas como balsas. São também utilizadas para fazer andaimes ou vigamentos em construções e para fabricar baldes, tubos, mobília, bengalas, varas de pescar, hashis (os pauzinhos usados pelos orientais para comer), estacas para jardim e outros utensílios.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.