A bateria é um instrumento musical de percussão utilizado geralmente para marcar o ritmo. Ela também pode ser um instrumento solista, principalmente no jazz e às vezes no rock.

Estrutura

Mais que um instrumento, a bateria é uma reunião de diversos instrumentos: tambores de tamanhos variados e pratos de metal, que são percutidos (tocados) com o uso de baquetas ou vassourinhas, ou com as próprias mãos do baterista. Usam-se, ainda, os pés para pressionar pedais que acionam o bumbo e o chimbau.

A variedade no tamanho dos tambores, assim como o material de que são feitos os corpos e as peles que são percutidas, influi diretamente na sonoridade (timbre) produzida por eles.

Numa bateria clássica completa, encontramos: caixa (tambor muito agudo, o único de timbre aberto), bumbo (tambor muito grave), tom-tons (um ou mais tambores médio-graves), surdo (tambor grave), chimbau (dois pratos ativados por pedal) e pratos.

Mas o músico pode optar por ter menos ou mais instrumentos na sua bateria, dependendo da sua preferência pessoal e do estilo de música que ele quer tocar. Por essa razão, há muitos outros instrumentos de percussão disponíveis para serem acoplados às baterias. Alguns deles são inventados pelos próprios bateristas.

História

Os instrumentos de percussão são muito antigos. Ainda quando viviam em cavernas, os homens já extraíam sons de “tambores” improvisados em troncos de árvores. Muitas tribos extraíam sons de tambores feitos de pele de animais, principalmente em certas regiões da África.

Antigamente era comum usar instrumentos de percussão nos espetáculos de teatro, principalmente para acentuar os momentos de suspense ou tensão da história.

Já no século XVIII, os instrumentos de percussão eram tocados também em algumas exibições de música de orquestra. Então, era como se existisse uma bateria, só que tocada por vários músicos.

A figura do baterista como conhecemos hoje só apareceu quando foi inventado o pedal específico para o bumbo da bateria, que costuma marcar o tempo forte de cada compasso. Isso permitiu que uma única pessoa pudesse tocar o instrumento.

A bateria moderna é bastante utilizada em bandas de jazz, blues, soul, funk, rock e música popular. Isso, no entanto, não quer dizer que não seja possível usar uma bateria em outros estilos musicais.

A bateria coletiva ainda existe, em certas situações. As baterias de escola de samba são o maior exemplo: dezenas ou até centenas de indivíduos tocam diversos instrumentos de percussão (chocalhos, cuícas, agogôs e tambores, como o surdo, o repique e o tamborim).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.