Borboletas e mariposas são insetos voadores de espécies semelhantes. Os adultos se desenvolvem a partir de uma forma inicial conhecida como lagarta. Existem cerca de 100 mil espécies de borboletas e mariposas. Elas vivem nos mais diferentes habitats, em todas as partes do mundo.

Aparência física

As borboletas e as mariposas variam muito de tamanho. O comprimento de suas asas abertas pode variar de 4 milímetros a 30 centímetros.

As borboletas e as mariposas têm muito em comum. Como todos os insetos, elas têm seis patas, e a maioria dos adultos tem dois pares de asas. Escamas minúsculas cobrem suas asas, corpo e pernas.

Mas também existem muitas diferenças entre as borboletas e as mariposas. As borboletas têm antenas longas e finas com uma pequena saliência na ponta. As antenas das mariposas não têm essas saliências; elas se parecem com pequenas penas ou fios. As asas das borboletas normalmente têm um colorido brilhante e fabulosos desenhos. Já as asas das mariposas têm cores mais sóbrias, e seu corpo é mais grosso.

Comportamento

A maior parte das borboletas é ativa durante o dia, enquanto as mariposas geralmente são ativas à noite. Quase todas as borboletas e mariposas se alimentam de plantas. Os adultos de várias espécies bebem um líquido doce retirado das flores chamado néctar. Enquanto esses insetos se alimentam, uma substância chamada pólen gruda em seu corpo. Quando eles voam para a outra flor, o pólen cai nela. Isso ajuda as flores a se reproduzir.

Muitas borboletas e mariposas viajam longas distâncias para procriar. No outono, a borboleta-monarca da América do Norte voa cerca de 3.200 quilômetros para o Sul. Ela se reproduz na primavera e em seguida volta para o Norte. Este tipo de viagem é chamado de migração.

Ciclo de vida

Borboletas e mariposas se transformam completamente ao longo de suas vidas. Essa mudança é chamada de metamorfose. Elas nascem de um ovo como lagarta, um organismo que parece um verme gordinho. Alguns tipos de lagartas têm pelos; nesses casos, são chamadas de taturanas. Se encostarmos nelas, teremos a sensação de sofrer uma queimadura.

Depois de um período de crescimento, a lagarta muda para uma forma chamada crisálida ou pupa. Nessa fase, ela fica inativa por semanas ou meses, até que sua forma adulta se desenvolva. Algumas espécies fazem uma casinha de seda chamada casulo, que as protege durante esse estado de descanso. A seda de um tipo de lagarta chamada bicho-da-seda é usada para fazer tecidos. Depois da fase de descanso, a crisálida se abre, e dela sai a borboleta ou mariposa, um inseto adulto com asas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.