Um buraco negro é uma área no espaço que possui uma força incrivelmente forte chamada gravidade. Essa gravidade atrai para dentro da área tudo o que se aproxima dela. Nada, nem mesmo a luz, pode escapar de um buraco negro depois de ter sido atraído para dentro dele.

Os buracos negros não são buracos, na realidade. Eles contêm grande quantidade de matéria fortemente comprimida. São extremamente pesados, por causa do seu tamanho. É isso que confere aos buracos negros sua grande força de atração. São chamados “negros” porque são invisíveis, e são invisíveis porque luz nenhuma consegue ser refletida de dentro de um buraco negro. Toda a luz que chega perto de um deles fica presa em seu interior.

Localização de um buraco negro

Como ninguém consegue enxergar os buracos negros, eles são difíceis de localizar. Os cientistas detectam buracos negros quando observam seus efeitos sobre os objetos próximos a eles. Por exemplo, logo antes de alguma matéria entrar em um buraco negro, ela emite muitas ondas de energia, chamadas raios X. Os cientistas conseguem detectar esses raios X.

Como se formam os buracos negros

Um buraco negro pode ser formado quando uma estrela grande esgota todo o seu combustível. Normalmente uma estrela é uma imensa bola feita de um gás chamado hidrogênio. O hidrogênio serve de combustível da estrela, que transforma continuamente esse gás em outros gases e, nesse processo, produz energia. A energia empurra a matéria para fora. Ao mesmo tempo, a gravidade da estrela a puxa para dentro. O equilíbrio entre empurrar para fora e puxar para dentro conserva o tamanho da estrela mais ou menos igual. Quando o hidrogênio de uma estrela se esgota, porém, ela não consegue mais produzir a energia que provoca o movimento para fora. A gravidade continua a puxar a estrela para dentro dela mesma. Se a estrela for muito grande, sua gravidade será muito forte. A gravidade vai comprimindo a estrela, fazendo-a ficar cada vez menor, e ela se converte em um buraco negro.

Os cientistas pensam que buracos negros também podem ser formados de outras maneiras, mas não sabem ao certo como isso acontece. Eles acreditam que um buraco negro imenso esteja no centro de quase todas as galáxias, que são grupos de estrelas, gases e poeira.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.