A caligrafia é a arte de escrever à mão com letra bonita. Artistas que praticam a caligrafia são chamados de calígrafos. Frequentemente, eles usam uma caneta ou um pincel especial para produzir sua arte.

Princípio da caligrafia

A escrita desenvolveu-se pela primeira vez há mais de 5 mil anos. Todavia, foi apenas por volta do século VI a.C. que algumas pessoas começaram a usá-la como uma espécie de decoração. Os gregos foram os primeiros a usar um tipo de escrita para documentos comuns e outro para textos mais importantes. Mais tarde, os europeus basearam sua caligrafia nos estilos grego e romano.

Até cerca do século XV, poucas pessoas sabiam escrever. Religiosos chamados monges usavam a caligrafia quando copiavam e decoravam livros religiosos. Estudantes e copistas profissionais também sabiam escrever. Alguns usavam caligrafia, enquanto outros utilizavam formas mais simples de escrita.

Por volta do século XV, um número maior de pessoas começou a aprender a escrever. A fim de tornar a escrita uma habilidade prática e fácil, as letras foram simplificadas. Ao mesmo tempo, a imprensa foi inventada; ela usava letras simples, que podiam ser combinadas facilmente para imprimir uma página. A sofisticação veio séculos depois, com a criação, na imprensa, de famílias de tipos de letra mais enfeitados, rebuscados, artísticos. Era uma forma de buscar um resultado, nos textos impressos, com o requinte da caligrafia. Quem escreve hoje no computador tem à disposição fontes de tipos diferentes, algumas mais simples, outras mais rebuscadas.

A caligrafia como atividade de escrita manual, no entanto, perdeu importância até fins do século XIX. Então ela se tornou um hobby para muitas pessoas.

A caligrafia em outras culturas

Na China, as pessoas consideram a caligrafia uma forma elevada de arte, como a poesia e a pintura. Os calígrafos chineses usam pincéis com tinta sobre seda ou papel. Eles não mudam a aparência dos caracteres (os símbolos da língua chinesa) acrescentando decorações.

A caligrafia hebraica é uma das formas mais antigas de escrever. Ela manteve seu estilo básico por centenas de anos. Exemplares da Torá (os escritos sagrados dos judeus) são escritos à mão em caligrafia hebraica.

A caligrafia arábica tem sido uma forma de arte importante no mundo muçulmano desde o século VII. As letras arábicas são facilmente ligadas para obter uma aparência artística. As mesquitas (lugares de culto muçulmanos) frequentemente contêm exemplos de caligrafia arábica.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.