O cangambá é um mamífero de pelagem preta e branca conhecido pelo líquido fétido que libera como atitude de defesa. Quando está encurralado ou se sente em perigo, ele esguicha o líquido sobre a criatura que o ameaça.

Os cangambás são encontrados em todo o continente americano. Habitam muitos lugares diferentes, como bosques, campos, desertos e montanhas. Muitos deles vivem tranquilamente em povoados e cidades.

Os cangambás em geral têm o tamanho de um gato doméstico, mas alguns são bem menores. Possuem cauda peluda, e a pelagem pode apresentar diferentes padrões de preto e branco. O mais comum é o de fundo preto com uma mancha branca na cabeça e uma ou duas listras brancas nas costas. Outros cangambás têm a maior parte das costas e da cauda brancas ou pintas brancas sobre a pelagem preta. O cangambá é às vezes chamado de doninha-fedorenta. No entanto, não deve ser confundido com o gambá, que é outro bicho.

Animal de hábitos noturnos, o cangambá come insetos, ovos, pequenos roedores, pássaros e frutas. Quando se sente ameaçado, levanta a cauda e bate os pés. Se isso não for suficiente para afastar o inimigo, espirra o líquido fétido que produz. É capaz de esguichá-lo a uma distância de até 3,7 metros, e em geral mira nos olhos do inimigo. Isso cega o predador temporariamente, permitindo que o cangambá escape.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.