O carbono é um dos mais importantes elementos químicos da natureza. Sozinho, responde por apenas 0,025 por cento da crosta terrestre. Porém, combinado com outros elementos, forma os chamados compostos de carbono, que representam até 18 por cento de toda a matéria presente em tudo o que é vivo. O carbono também fornece a maioria da energia usada pelos seres humanos para sobreviver. Os cientistas usam símbolos para representar os elementos químicos, e o do carbono é C.

Onde é encontrado o carbono

As duas principais formas de carbono puro na natureza são os minerais diamante e grafite. Outros materiais, como o carvão e o carvão vegetal, são muito ricos em carbono. Eles são formados quando os compostos de carbono se rompem, ou se decompõem. Quando as plantas e os animais morrem, seus restos começam a se decompor lentamente. Finalmente, são enterrados sob camadas de solo. Ao longo de milhões de anos, à medida que as camadas de solo ficam mais profundas e pesadas, pressionam os restos. Isso os deixa mais duros e compactos.

Usos e propriedades

O diamante puro é, das substâncias conhecidas, a que tem maior resistência natural. O grafite, por outro lado, é um sólido escorregadio e macio. Em virtude de sua beleza, os diamantes são considerados joias. Por causa de sua resistência, são usados para cortar, afiar e perfurar. Já o grafite é utilizado como lubrificante — ou seja, uma substância que ajuda os objetos a deslizar ou se mover mais suavemente. Também é misturado à argila para fazer a “ponta” dos lápis.

As substâncias ricas em carbono, como o carvão e o carvão vegetal, também são muito úteis. O carvão, o petróleo e o gás natural são queimados para produzir energia. São chamados de combustíveis fósseis porque se formam a partir de fósseis, ou restos de plantas e de animais.

Ciclo do carbono

O carbono é constantemente usado e substituído na natureza por meio do chamado ciclo do carbono. Quando os animais respiram, inspiram oxigênio do ar. Como parte do processo chamado respiração, o oxigênio se mistura ao carbono no corpo. Em seguida, os animais expiram um composto chamado dióxido de carbono. As plantas inspiram o dióxido de carbono. Elas usam a luz solar para transformar o dióxido de carbono e a água em oxigênio e energia para viver. Esse processo é chamado fotossíntese. As plantas então liberam o oxigênio. O ciclo continua à medida que outros animais inspiram esse oxigênio.

Outra parte do ciclo abrange os combustíveis fósseis. As pessoas os usam para fazer funcionar os carros e as máquinas das fábricas. Essas máquinas produzem dióxido de carbono, que é liberado no ar. Uma parte é inspirada pelas plantas. Outra vai para o solo.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.