O grande dinossauro carnívoro ceratossauro pode ser reconhecido pelo grande chifre no focinho. Esta característica lhe valeu o nome, que significa "lagarto de chifre." Embora tenha sido menor, este terópode se parecia muito com seu rival, o alossauro.

Quando e onde viveu o ceratossauro

O ceratossauro viveu cerca de 159 a 144 milhões de anos atrás, durante o período da história da Terra conhecido como o Jurássico. Restos deste dinossauro carnívoro foram encontrados na África e na América do Norte em Colorado, Utah e Wyoming. Ele vivia nas savanas de samambaias e várzeas arborizadas com densa vegetação, ambientes onde podia caçar sua presa, os dinossauros herbívoros.

Características físicas

O ceratossauro era um dinossauro feroz que se levantava e andava sobre as duas patas traseiras. Podia medir até 6 metros de comprimento e 2 metros de altura. Pesava cerca de 2 toneladas. Além do chifre ósseo em seu focinho, o ceratossauro também tinha uma crista óssea acima de cada olho. Ele tinha um pescoço curto e grosso. Sua cabeça era grande, porém leve para seu tamanho, e também tinha mandíbulas fortes e dentes longos e afiados. Este dinossauro tinha uma fileira de placas ósseas ao longo das costas, desde o pescoço até o fim da cauda longa e grossa. Estas placas ósseas pareciam as cristas espinhosas de pequeno porte nas costas das iguanas modernas. O ceratossauro tinha braços curtos, porém, ao contrário de outros terópodes, tinha quatro dedos de longas garras nas patas da frente, em vez de três. Tinha também três dedos com garras nas patas traseiras.

Comportamento

O ceratossauro foi o velocista do mundo dos dinossauros. Usando as poderosas patas traseiras, ele podia correr muito rápido. Essa capacidade permitiu-lhe superar os inimigos e capturar a presa com um impulso veloz. Os cientistas acreditam que o ceratossauro também foi um necrófago que se alimentava de cadáveres de outros dinossauros. Achados de fósseis mostram que o ceratossauro caçava sozinho e não em grupos. Alguns pesquisadores acreditam que durante a estação reprodutiva, o ceratossauro macho podia ter usado os chifres em seu focinho para lutar contra outro macho. No entanto, outros cientistas argumentam que, por ter sido muito leve, o chifre pode ter sido usado simplesmente para exibição. Os machos podem ter balançado a cabeça para cima e para baixo para mostrar o chifre, como fazem alguns répteis modernos. Os vestígios de fósseis mostram que os ceratossauros machos eram maiores e mais fortes do que as fêmeas. O ceratossauro se reproduzia por ovos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.