O chapéu é uma peça de vestuário, um acessório usado por muitas pessoas. Surgiu como proteção contra o sol e o frio. Virou também proteção nas batalhas, em forma de capacete. Como adereço de beleza, cobria a cabeça de homens e mulheres até meados do século XX. Hoje é detalhe de requinte em algumas cerimônias e de estilo pessoal em trajes que podem ser esportivos ou sociais.

Os homens tiravam o chapéu para cumprimentar alguém, em sinal de respeito, e também quando entravam em recintos fechados. Não era educado sentar-se à mesa para uma refeição sem descobrir a cabeça e continua não sendo.

É provável que a inspiração para a criação dos chapéus tenha vindo dos gregos antigos, que usavam mais de um tipo de chapéu ou gorro.

Tipos e modelos

Para enfeitar ou proteger a cabeça, existem vários modelos e estilos de cobrir-se: boina, boné, capacete, cartola, chapéu de cangaceiro, chapéu-coco, chapéu de vaqueiro, de cozinheiro, de toureiro, chapéu de palha, tipo panamá, gorro, quepe, sombreiro, turbante, touca, véu.

Há gente que gosta de usar o boné com o distintivo e as cores do time preferido, mesmo que não esteja batendo sol forte. Nos dias muito frios, costuma-se ver pessoas nas ruas usando o gorro de , que também é um tipo de chapéu. Na praia, é muito comum ver gente usando chapéu de palha nas versões masculina e feminina. Os homens do interior do Brasil, por exemplo, ainda têm o costume de utilizá-los, principalmente para se proteger do sol.

Há ainda outros padrões de chapéu que são mais comuns apenas para um grupo específico de profissionais. É o caso da boina utilizada por policiais militares e soldados do exército, ou da touca utilizada por médicos e enfermeiros em atividades cirúrgicas. O papa também utiliza dois modelos bastante específicos: a mitra, que se parece com o quipá, usado pelos judeus; e o solidéu, que é usado em ocasiões especiais.

A coroa também é um tipo de acessório usado para cobrir a cabeça (como um chapéu), mas é símbolo de hierarquia nos países em que o governante é um rei ou monarca.

Personagens e seus chapéus

Toda criança conhece a história de Chapeuzinho Vermelho, a personagem de literatura infantil. Ela não seria quem é sem seu adereço.

Como ela, há outras figuras históricas que são sempre associadas ao chapéu que usavam. Esse é o caso do famoso cangaceiro Lampião, que usava um chapéu de couro em forma de meia-lua. Ou de Napoleão Bonaparte e de Santos Dumont. Sempre que eles são representados em pinturas ou desenhos, lá estão os chapéus que usavam. O capacete de um piloto de Fórmula 1, como Ayrton Senna, também está sempre associado à sua imagem.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.