As cobras-cegas são pequenas cobras parecidas com vermes que têm escamas brilhantes e olhos muito pequenos, quase cegos. Pertencem a uma das três famílias da superfamília Scolecophidia. As cobras-cegas habitam a maioria das áreas tropicais e subtropicais do mundo, geralmente em regiões semiáridas próximas a uma nascente de água. Todas são escavadoras inofensivas, a maioria vivendo em túneis subterrâneos e emergindo ao anoitecer.

As cobras-cegas têm em média entre 20 e 25 centímetros de comprimento. As maiores chegam aos 80 centímetros; algumas de até 10 centímetros são as menores de todas as cobras. A cabeça é muito pequena, terminando em uma placa protuberante chamada de escudo cefálico, que é útil para penetrar no solo. Os olhos são pontos pretos afundados e cobertos com uma grossa escama translúcida. O corpo é cilíndrico, com escamas uniformemente pequenas. A cor varia do rosa claro ao marrom bem escuro, em geral se confundindo com o solo ao redor. A cauda pontuda pode ter uma escama farpada na extremidade. A locomoção é principalmente por movimento de acordeão, cada metade do corpo se estendendo ou fazendo movimentos circulares. Em locais abertos, os movimentos podem ser ligeiros e sinuosos.

As cobras-cegas estão estreitamente relacionadas às primeiras cobras que se ramificaram de um réptil ancestral parecido com lagartos. A maioria das cobras-cegas apresenta uma pelve (estrutura esquelética que suporta os membros posteriores de outros vertebrados) reduzida; algumas cobras-cegas têm até mesmo uma ossatura femoral interna. Os ossos do crânio e das mandíbulas, diferente das outras cobras, não podem se mover separadamente para dar o bote. A dieta consiste em grande parte de formigas e larvas de cupim. Elas também comem insetos macios. Quase todas as cobras-cegas são ovíparas — ou seja, põem ovos; algumas colocam os ovos em casas de cupim ou nos troncos de árvores em decomposição.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.