As corridas de carros são um esporte organizado em diferentes categorias, disputadas em circuitos, estradas ou pistas.

Elas são organizadas por várias federações nacionais e internacionais e divididas em categorias segundo o tipo de carro, a potência do motor e o terreno e até de acordo com a idade, o nível, o peso e o sexo dos participantes.

A competição mais famosa é o Campeonato Mundial de Fórmula 1, mas existem várias outras, como as corridas de Fórmula Indy, as corridas de stock car ou os ralis.

História

A primeira corrida aconteceu na França, em 1894, entre as cidades de Paris e Rouen: 127 quilômetros percorridos em 6 horas e 48 minutos pelo vencedor, à velocidade média de 22 quilômetros por hora.

Em 1900, o magnata James Gordon Bennet decidiu promover uma corrida internacional anual em que cada país participante poderia inscrever até três carros. Na corrida Paris–Madri de 1903 houve tantos acidentes, com tantas mortes, que foi feita a reavaliação da ideia de promover corridas de carros. Foram então construídos os primeiros circuitos automobilísticos, em Milwaukee e Indianápolis, nos Estados Unidos, em Brookland, na Inglaterra, e em Le Mans, na França.

A partir daí se iniciou a organização dos grandes prêmios internacionais. O primeiro grande prêmio teve lugar no circuito em Le Mans, em 1906. Essas primeiras corridas foram decisivas para que os construtores de automóveis vissem as competições como forma de desenvolver e aprimorar a tecnologia dos carros.

Os diferentes tipos de corridas

Fórmula 1

É a mais popular das corridas. As regras evoluíram com o decorrer do tempo. Os carros de Fórmula 1 são extremamente velozes, podendo alcançar 300 quilômetros por hora. Eles se destacam pela estrutura do chassi, de tipo monobloco — ou seja, uma única peça, feita de fibras de carbono e alumínio, para ser leve. Sobre o chassi fica o cockpit, onde se aloja o piloto. O motor precisa ser potente o bastante para gerar 19.000 rotações por minuto e garantir a velocidade do carro. São os carros mais sofisticados e velozes que existem.

O primeiro Campeonato de Fórmula 1 aconteceu em 1950, com apenas seis grandes prêmios para os pilotos. A partir de 1958 foi incluído nessa competição o campeonato dos construtores de automóveis. A Fórmula 1 mudou e cresceu, com o tempo, de acordo com a evolução tecnológica dos veículos. As equipes de construtores mais famosas desde essa época são: as inglesas Vanwall, Cooper, BRM, Lotus, Brabham, Tyrrell, Williams, McLaren e Brawn, a italiana Ferrari e as francesas Matra e Renault, com motores Ford, Honda, TAG, Ferrari, Renault e Mercedes. Em 2010, o Campeonato Mundial de Fórmula 1 foi organizado com dezenove grandes prêmios, nos cinco continentes, de março a novembro.

Fórmula Indy

As corridas de Fórmula Indy são realizadas nos Estados Unidos, com carros parecidos com os da Fórmula 1. Entre as mais famosas corridas dessa categoria estão as 500 Milhas de Indianápolis, prova organizada desde 1911 e que até fez parte dos circuitos da Fórmula 1 entre 1950 e 1960. Em 2010 foi realizada a primeira corrida de Fórmula Indy no Brasil, em São Paulo.

Rali

O rali é uma competição organizada em estradas públicas ou vias particulares, com veículos especiais ou de produção, mas adaptados para as necessidades da prova. Em geral, é dividido em vários trechos e pode durar dias ou semanas. Cada trecho corresponde a uma prova de velocidade. O piloto é acompanhado por um copiloto, que lhe dá informações sobre as características da estrada e segue um mapa.

O primeiro rali oficial foi o de Monte Carlo, em Mônaco, na França, em 1911, que se tornou anual em 1924. Foi seguido pelo rali do Reino Unido, o RAC Rally, criado em 1933. E pelas Mille Miglia (Mil Milhas), rali que ocorreu na Itália de 1927 a 1957. Hoje, o rali mais famoso é o de Dakar (antigo Paris–Dakar). Organizado em 1978 pela primeira vez, esse rali se iniciava em Paris, na França, e terminava em Dakar, capital do Senegal, na África, enfrentando o deserto. Por problemas de segurança, seu percurso foi modificado várias vezes. Desde 2009 é organizado na América do Sul, entre a Argentina e o Chile.

Outros tipos de corridas

As corridas de resistência são organizadas para testar a capacidade técnica dos veículos. A mais tradicional acontece em circuito fechado desde 1923, na cidade de Le Mans, na França, e é conhecida como 24 Horas de Le Mans.

As corridas de Fórmula 2000 (antigas Fórmula 3000 e GP2) acontecem em circuito fechado e são consideradas provas de acesso para a Fórmula 1.

As corridas de stock cars são muito populares nos Estados Unidos, na Inglaterra, no Canadá e no Brasil. Os carros são de série e equipados com motores V8. As competições no Brasil são organizadas desde 1979 e acontecem em circuitos de vários estados.

Corridas no Brasil

A primeira corrida no Brasil aconteceu em 1908, em Itapecerica da Serra, no estado de São Paulo. As primeiras corridas regulares aconteceram entre os anos 1920 e 1930 em um circuito de ruas do bairro da Gávea, no Rio de Janeiro. Com a chegada ao Brasil das fábricas de automóveis General Motors e Ford, cresceu o número de competições. A partir de 1933, o Brasil entrou no calendário oficial da Federação Internacional do Automobilismo (FIA), com o Grande Prêmio da Cidade do Rio de Janeiro.

O primeiro piloto brasileiro a ter destaque internacional foi Irineu Correa, que faleceu no circuito da Gávea, em 1935. Em 1936 houve o primeiro Grande Prêmio de São Paulo, corrido nas ruas dos bairros dos Jardins e na Avenida Brasil, e teve a participação de pilotos internacionais. O Autódromo de Interlagos, em São Paulo, foi inaugurado em 1940. Entre 1958 e 1964, o Rio de Janeiro teve um circuito de rua de alta velocidade chamado Circuito da Barra da Tijuca. Em 1956 foi criada a prova das Mil Milhas Brasileiras, no Autódromo de Interlagos, a primeira do gênero na América Latina. A primeira corrida de Fórmula Indy no Brasil aconteceu em 2010, em São Paulo, em circuito de rua que envolveu a avenida marginal do rio Tietê e a pista do sambódromo paulistano.

Há mais de trinta anos os brasileiros se destacam entre os melhores pilotos internacionais. Chico Landi foi o primeiro piloto brasileiro famoso. Ele ganhou duas vezes o GP de Bari, na Itália (1948, 1952), dos mais importantes antes da criação da Fórmula 1, da qual participou seis vezes nos anos 1950. Emerson Fittipaldi foi bicampeão mundial, em 1972 e 1974, além de ter sido campeão da Fórmula Indy em 1989, vencendo por duas vezes as 500 Milhas de Indianápolis. Nelson Piquet foi tricampeão, em 1981, 1983 e 1987. Ayrton Senna também foi tricampeão do mundo, em 1988, 1990 e 1991. Entre os pilotos brasileiros que também competem com destaque na Fórmula 1 estão Rubens Barrichello (nascido em 1972), que já foi vice-campeão em 2002 e 2004 e o mais experiente da história, com 271 participações e o quarto em pódios (63), e Felipe Massa (nascido em 1981), três vezes campeão em Interlagos.

O brasileiro Hélio Castroneves foi campeão da Fórmula Indy e das 500 Milhas de Indianápolis; Tony Kanaan também foi campeão da Indy; e Ana Beatriz Figueiredo foi a primeira mulher a concorrer em uma categoria de primeira linha do automobilismo mundial, com vitórias na Indy Lights.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.