Todo ano, bilhões de garrafas de vinho, de óleo de cozinha e de outros líquidos são vedados com rolhas de cortiça. A cortiça é parte da casca de um tipo de carvalho chamado sobreiro, que cresce perto do mar Mediterrâneo.

Em geral, o sobreiro tem cerca de 18 metros de altura. Seus galhos se espalham amplamente, dando-lhe a forma de um guarda-chuva. Suas folhas estreitas são verde-escuras e brilhantes.

A casca do sobreiro cresce em duas camadas. A grossa camada externa é a cortiça, que é esponjosa devido às minúsculas bolhas de ar presas entre suas células. Após a cortiça ser removida da árvore, leva alguns anos para uma nova camada se formar.

Colheita

No verão, trabalhadores cortam lascas da camada externa da árvore. Essas lascas de cortiça são empilhadas para secagem e depois fervidas em água para eliminar qualquer resquício de seiva. A fervura também amacia a cortiça, facilitando sua prensagem. A cortiça prensada pode ser cortada de várias formas. Pode também ser moída até se fragmentar, ser misturada com cola e moldada para criar diferentes produtos.

Usos

A cortiça é útil como rolha de garrafas, pois impede o vazamento de líquidos. É também um material isolante natural que serve para manter uma casa aquecida ou para absorver o som. Como flutua, entra na fabricação de cintos e coletes salva-vidas e boias. Por ser macia e flexível, é boa para solas de sapato, além de ser usada para fazer quadros de avisos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.