Na ciência, um cristal é um tipo específico de matéria sólida. Cientistas descrevem a matéria, ou tudo que pode ser visto, conforme a sua composição. Toda matéria é constituída de partículas minúsculas chamadas átomos ou moléculas. Quando essas partes exibem um padrão regular, o objeto é um cristal. A parte externa dos cristais tem um padrão regular de superfícies planas que convergem em ângulos agudos.

A maioria das matérias inanimadas, ou sem vida, é formada de cristais. Substâncias comuns, como açúcar e sal, são feitas de cristais, da mesma forma que metais como ouro, prata, cobre e ferro. Os diamantes, as esmeraldas e outras gemas (pedras preciosas) também são cristais. Mas alguns objetos que parecem sólidos não são feitos de cristais, como é o caso do vidro, já que suas moléculas não exibem um padrão específico.

Formas

O modo como os átomos ou moléculas de uma substância se ligam define a forma de um cristal. Há muitas formas diferentes de cristais, mas todos os cristais da mesma substância têm o mesmo formato. As moléculas de sal, por exemplo, unem-se em forma de cubo. Assim, cristais de sal são cúbicos. Cristais de açúcar têm forma de coluna e são chanfrados nas pontas. Cristais de quartzo são colunas hexagonais, ou seja, de seis lados. Matérias que não são feitas de cristais nem sempre têm a mesma forma. Ao quebrar, o vidro se estilhaça em muitos pedaços de tamanhos e formas diferentes.

Origem

A maioria dos cristais se forma quando um líquido se solidifica. Um bom exemplo desse processo é o congelamento da água. Quando a água congela, suas moléculas se unem para formar cristais de gelo. Flocos de neve são agrupamentos de cristais de gelo. Cristais também se formam quando um líquido com matéria dissolvida (derretida) seca. Por exemplo, quando a água salgada seca, formam-se cristais de sal.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.