O cuco ganhou esse nome por causa do som que emite. Como é um pássaro tímido, é mais fácil ouvi-lo do que vê-lo.

Existem mais de 125 espécies dessa ave no mundo todo, entre elas o cuco comum, o papa-lagartas-de-asas-vermelhas e o papa-léguas. No Brasil, existem o alma-de-gato, o anu-branco, o chupim, entre outros, todos da família dos cuculídeos — mas não fazem “cuco”. Os cucos vivem na floresta, onde se escondem na densa vegetação. Alguns buscam abrigo em zonas urbanas. Seu alimento são os insetos, especialmente lagartas.

Medindo de 17 a 91 centímetros, a maioria deles tem a parte de cima acinzentada ou marrom. Alguns têm penas coloridas e brilhantes. Sua cauda é comprida e as pernas têm comprimento médio, tendendo a ser longas. O bico costuma ser curto e ligeiramente voltado para baixo.

Alguns cucos não chocam os próprios ovos, eles simplesmente os depositam nos ninhos de outras aves que tenham ovos parecidos. Enganadas, as aves ficam chocando e alimentando os filhotes que não são delas. Porém alguns cucos, como o papa-léguas, chocam seus ovos e cuidam dos próprios filhotes.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.