A cultura é um padrão de comportamento compartilhado por uma sociedade ou um grupo de pessoas. Muitas coisas distintas compõem a cultura de uma sociedade, entre elas a comida, a língua, as roupas, as ferramentas, a música, as artes, os costumes, as crenças e a religião.

Diferenças e semelhanças

Cada sociedade humana tem sua própria cultura, e cada cultura é singular. Geralmente, é o meio ambiente em que um grupo vive que determina o tipo de cultura que irá se desenvolver. Por exemplo, um grupo humano que vive em uma região montanhosa e fria desenvolverá uma cultura diferente da de um grupo que habita uma região desértica e quente.

Os cientistas que estudam as culturas humanas são os antropólogos. Os antropólogos descobriram que certos elementos culturais são universais – ou seja, que todas as pessoas em todo o mundo compartilham esses comportamentos. Todas as sociedades possuem maneiras de tratar com parentes, de diferenciar o que é bom do que é mau, de criar arte, de brincar, de escolher líderes e de educar filhos. Mas cada cultura faz essas coisas à sua própria maneira.

Como acontecem as mudanças culturais

As pessoas mais velhas transmitem a cultura às mais jovens. Dessa maneira, um grupo pode preservar as mesmas tradições por muitos anos. Mas a cultura também vai mudando com o passar do tempo. A transformação pode acontecer por causa de mudanças no ambiente, ou quando grupos diferentes entram em contato. Cada grupo tem hábitos, ideias, conhecimentos, crenças e opiniões próprios que podem interferir ou provocar mudanças na cultura do outro grupo. Por esse motivo, o contato entre culturas diferentes às vezes resulta em conflito. Em outros casos, o contato é pacífico, e os grupos fazem trocas culturais de maneiras positivas.

Os primórdios da cultura

As primeiras culturas surgiram quando o homem primitivo começou a fabricar ferramentas. Com o tempo, os povos desenvolveram costumes ligados à criação e utilização das ferramentas. Esses costumes foram as primeiras formas de cultura.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.