O deidonico era um dinossauro conhecido pela grande garra em cada uma das patas traseiras. Seu nome significa “garra terrível”.

Quando e onde viveu o deinonico

O deinonico existiu 100 milhões de anos atrás durante o período Cretáceo Inferior. Vestígios do dinossauro foram encontrados no que hoje é a América do Norte.

Características físicas

O deinonico era pequeno e de estrutura física leve. Media cerca de 3 metros de comprimento e pesava entre 45 a 68 quilos. Podia medir até 1,8 metro de altura. Ele andava sobre duas pernas e tinha longas varas na cauda para mantê-la rígida. O segundo dedo de cada pé tinha uma grande garra como uma foice, que podia medir até 13 centímetros. A cabeça do deinonico era grande, e as poderosas mandíbulas tinham dentes afiados e irregulares que se curvavam para trás. Os braços eram mais curtos que as pernas, mas eram maiores que os membros anteriores de outros dinossauros semelhantes. As mãos tinham três dedos com garras longas e curvadas.

Comportamento

O deinonico era um comedor de carne. Tinha as mãos que flexionavam, ou moviam, para os lados. Os cientistas pensam que essa habilidade ajudou o dinossauro a segurar sua presa enquanto a atacava com as patas traseiras e as garras. Este dinossauro pode ter caçado em bandos. Juntos, os membros podiam atacar dinossauros muito maiores do que eles. Ás vezes, eles também caçavam sozinhos pequenos mamíferos, lagartos e dinossauros menores. Eles poderiam ter se escondido entre as samambaias altas e debaixo das árvores para atacar de surpresa a uma presa.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.