Os dentes são órgãos ósseos duros que crescem nos maxilares. Muitos vertebrados, ou animais com espinha dorsal (coluna vertebral), têm dentes na boca. Os seres humanos e outros animais usam os dentes para morder e mastigar alimentos.

Tipos de dente

Os dentes têm formatos diferentes e desempenham também cada qual uma função. Os da frente, chamados de incisivos, mordem e cortam. Os pontudos, ou caninos, despedaçam. Dentes com duas pontas, chamados pré-molares, despedaçam e moem. Os de trás, ou molares, esmagam e moem.

Os seres humanos têm dois conjuntos de dentes durante a vida. A primeira dentição tem vinte dentes, os chamados dentes de leite. Eles começam a aparecer por volta dos 6 meses de idade e, quando a criança tem cerca de 6 anos, principiam a amolecer e a cair. Nos oito anos seguintes nascem 28 dentes permanentes, que substituem a dentição anterior. Por volta dos 20 anos de idade, outros quatro molares, ou dentes do siso, crescem. Em vários casos, os dentes do siso são extraídos para manter os demais alinhados.

Estrutura dentária

A parte visível do dente é a coroa, composta por várias camadas. A parte externa é um revestimento duro e branco chamado esmalte, que protege os dentes do desgaste. Sob ele fica a dentina, uma substância óssea amarela que é mais macia do que o esmalte. A dentina compõe a maior parte do dente.

O núcleo do dente é o colo, um tecido mole que contém sangue e nervos. Esses nervos enviam sinais de calor, frio e dor para o cérebro.

O tecido macio em volta da base de cada dente é a gengiva. As raízes dos dentes ficam sob as gengivas. Um dente tem de uma a três raízes, as quais são revestidas por uma substância viscosa chamada cemento. O cemento mantém os dentes presos nos maxilares.

Problemas dentários

Um problema dentário comum é a cárie. Bactérias na boca formam uma película pegajosa chamada placa. À medida que se acumula nos dentes, essa placa devora o esmalte. A perda do esmalte cria uma cavidade chamada cárie, que pode causar dor e infecção. Os dentistas limpam essas cavidades e as preenchem com material metálico ou resinas, para evitar mais danos. A placa também pode fazer as gengivas ficarem avermelhadas, sensíveis e enfraquecidas. Ao longo do tempo, o desgaste excessivo das gengivas debilitadas pode causar a queda dos dentes. Para prevenir esses problemas é preciso escovar sempre os dentes depois de comer, usar fio dental e ir regularmente ao dentista.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.