O desenho é uma forma de arte. Para desenhar, o artista coloca linhas no papel ou em outra superfície. A maioria dos artistas começa a carreira aprendendo a desenhar. Isso porque o desenho é ponto de partida para a pintura, a escultura e outras formas de arte.

Ferramentas de desenho

Existem muitas ferramentas de desenho para um artista escolher. Lápis, canetas e pastéis são as ferramentas mais comuns. Existem lápis de diversas durezas. Os lápis mas macios produzem marcas mais escuras. As canetas podem ter diferentes pontas para fazer linhas mais finas ou mais grossas. Alguns artistas usam canetas especiais, que precisam ser mergulhadas na tinta antes de ser usadas. Os pastéis parecem bastões de giz de cera e são feitos de pó colorido. Carvão, lápis de cera e giz são exemplos de outras ferramentas de desenho.

O papel é a superfície mais utilizada para o desenho. Existem papéis com muitas texturas e cores diferentes. Os artistas costumam usar papéis mais macios para desenhos mais delicados.

Hoje em dia, muitos artistas usam computadores para desenhar. Programas de computador especiais permitem que os artistas desenhem usando o mouse ou um drawing pad.

Como os artistas desenham

Normalmente, os desenhos são feitos a partir de linhas. O artista pode reunir linhas para criar figuras, ou imagens de coisas. O artista também pode usar linhas como moldura entre a figura e o espaço em volta dela.

Para criar sombras, o artista pode combinar ou cruzar linhas. Na técnica chamada hachura, o artista desenha linhas curtas e paralelas para criar áreas claras e escuras. Na hachura cruzada, o artista usa dois conjuntos de linhas paralelas que se cruzam.

Nem todos os desenhos são compostos apenas de linhas. O artista pode preencher partes do desenho esfregando suas ferramentas de desenho pela superfície de trabalho. Essa técnica cria sombras ou áreas com cores sólidas. Alguns artistas usam manchas e pontos para preencher as áreas ou para criar formas.

História

O ser humano desenha desde a Pré-História. Naquela época, desenhava-se nas paredes das cavernas, em pedras e, provavelmente, na areia. Esses desenhos pré-históricos são categorizados como arte rupestre. Alguns dos primeiros desenhos acabaram se tornando a escrita. A escrita do antigo Egito, chamada de hieróglifos, era um sistema de símbolos desenhados. Muitos dos ideogramas da escrita chinesa também surgiram primeiro como desenhos.

Há 3 mil anos, artistas chineses já produziam desenhos à base de tinta. Cerca de mil anos atrás, eles já desenhavam em compridos rolos de papel ou de seda. Para fazer seus desenhos com tinta, os artistas asiáticos costumavam usar pincéis em vez de canetas.

Na Europa, o desenho se tornou uma forma de arte refinada durante o Renascimento, que foi uma época de grande desenvolvimento cultural entre os séculos XIV e XVI. Artistas italianos — como Leonardo da Vinci, Rafael e Michelangelo — fizeram muitos desenhos refinados. Da Vinci fez desenhos do corpo humano, além de desenhos científicos. Na Alemanha, o artista Albrecht Dürer fez desenhos muito detalhados, utilizando uma técnica chamada bico de pena, que mostravam temas religiosos.

Mais tarde, os artistas europeus começaram a fazer desenhos que expressavam suas opiniões. No século XVIII, o artista inglês William Hogarth fez desenhos que zombavam dos erros humanos. No século XIX, o artista espanhol Francisco de Goya desenhou sobre a vida cotidiana espanhola e os horrores da guerra durante as invasões napoleônicas em seu país.

No século XX, muitos artistas produziram desenhos que pareciam menos realistas do que os feitos anteriormente. Eles usaram formas geométricas e linhas livres para representar pessoas e objetos. Alguns artistas fizeram desenhos abstratos, ou desenhos que não representavam nada que existe no mundo concreto. Esses trabalhos expressavam emoções e idéias. Nessa época, o artista espanhol Pablo Picasso fez alguns desenhos muito importantes.

Atualmente, o desenho ainda é uma forma de arte muito popular. Ele também é usado para fazer negócios e como diversão. Os publicitários usam desenhos para vender produtos. Estilistas e programadores visuais usam desenhos para planejar o seu trabalho. Ilustradores e cartunistas, ou chargistas, criam ilustrações para livros, jornais e revistas. Além disso, muitas crianças e adultos desenham apenas para se divertir ou para relaxar.

O desenho no Brasil

Logo após o começo do período colonial no Brasil, muitos artistas europeus vieram ao país para fazer desenhos que mostrassem a natureza, a geografia e as pessoas daqui. Frans Post e Albert Eckhout foram dois importantes artistas holandeses que desenharam o Brasil colônia.

Durante o período barroco, no século XVII, muitos artistas surgiram em várias partes do Brasil. Eles desenhavam principalmente imagens sacras e santos. Durante muito tempo, os artistas brasileiros se inspiraram em artistas europeus para criar a sua arte.

No século XX, um grupo de artistas brasileiros decidiu que era preciso fazer uma arte mais livre e organizaram a Semana de Arte Moderna de 1922. Entre os artistas que participaram desse movimento estavam os pintores Anita Malfatti, Tarsila do Amaral e Di Cavalcanti.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.