Todas as pessoas têm direitos. Eles costumam ser divididos em direitos humanos e direitos civis. Entre os direitos humanos estão o direito à liberdade, o direito à moradia e à comida e o direito de não ser maltratado. Esses são os direitos básicos de qualquer ser humano. Os direitos civis são aqueles que o governo garante aos cidadãos. Por exemplo, os governos podem decidir quem tem o direito de votar, quem tem permissão de comprar propriedades ou quem está autorizado a dirigir veículos.

O desenvolvimento dos direitos civis

A ideia de que governos devem garantir às pessoas certos direitos é moderna. Antes do século XVIII, grupos de pessoas, em diferentes partes do mundo, lutaram para receber tratamento melhor e mais digno da parte de um rei ou de um governante. Nesses casos, contudo, eles queriam direitos apenas para o seu próprio grupo. Por exemplo, a Magna Carta, assinada pelo rei da Inglaterra em 1215, foi um documento que garantiu direitos para os nobres ingleses. Mas a maioria das pessoas continuou sem meios de reclamar contra maus-tratos por parte do rei ou medidas injustas tomadas pelos governantes.

No século XVIII, algumas pessoas começaram a discutir a ideia de que todos os seres humanos têm direitos. Elas achavam errado os reis ignorarem esses direitos. Essa ideia levou algumas pessoas a lutar em duas grandes revoluções contra seus reis: a Guerra de Independência dos Estados Unidos (também chamada de Revolução Americana) e a Revolução Francesa. Após essas revoluções, os americanos e os franceses criaram novas formas de governo comandadas pelo povo. Esses governos garantiram alguns direitos civis para as pessoas.

A luta por direitos iguais

Contudo, mesmo esses novos governos (e os de outros países) não deram direitos iguais para todos os cidadãos. As mulheres não tinham direito de votar nos Estados Unidos até a década de 1920. As francesas só puderam votar a partir de 1945. Muitos negros foram escravizados nos Estados Unidos até meados da década de 1860; no Brasil, até 1889. Mesmo depois que os escravos conseguiram a liberdade, os governos não protegeram seus direitos. Os negros lutaram por muitos anos para conseguir os mesmos direitos que os brancos. Nos Estados Unidos, o Movimento pelos Direitos Civis, iniciado na década de 1950, foi parte dessa luta. Hoje, ainda há muitos países em que certos grupos de pessoas batalham para conseguir os mesmos direitos civis que outros cidadãos têm.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.