Economia é o estudo do fenômeno social que produz bens. Um bem não é propriamente dinheiro, mas os produtos e serviços que as pessoas podem comprar usando dinheiro. As pessoas que estudam a ciência econômica são os economistas. Eles observam de que maneira os bens são produzidos e consumidos, bem como a diferente distribuição desses bens entre as pessoas.

Elementos da economia

Os bens produzidos pela sociedade podem ser mercadorias ou serviços. Uma mercadoria é qualquer produto que possa ser vendido, desde itens pequenos, como uma fruta, um brinquedo ou um telefone, até objetos grandes, como um carro ou um barco. Serviço é qualquer atividade que uma pessoa faça para outra. Uma aula de natação, um atendimento bancário e uma consulta ao dentista são exemplos de prestação de serviços. As pessoas que compram as mercadorias ou os serviços são chamadas de consumidores.

O processo de criação de mercadorias e serviços é conhecido como produção e composto de três principais elementos. O primeiro elemento é a terra, que pode ser desde uma grande fazenda até um pequeno espaço para uma loja ou oficina. O elemento terra também inclui os recursos naturais nela presentes, como petróleo e minerais. O segundo elemento da produção é a mão de obra, ou seja, as pessoas que trabalham em troca de dinheiro. Os trabalhadores podem ganhar salário ou, se forem donos do negócio, o lucro — que é o dinheiro que sobra depois que todas as despesas foram pagas. O terceiro elemento é o capital, que inclui ferramentas, fábricas e escritórios usados na produção de bens e serviços.

O dinheiro não é considerado um elemento da produção, mas é o meio que as empresas utilizam para pagar pela terra e pela mão de obra e também para criar o capital. As empresas obtêm dinheiro quando os consumidores compram seus produtos e serviços. Quase todos os consumidores, por sua vez, obtêm dinheiro trabalhando para as empresas.

Todas as empresas que produzem um mesmo produto ou serviço são consideradas parte de um setor. Os setores que produzem mercadorias são chamados de setores industriais. Os setores que vendem serviços são chamados de setores de serviços.

Produtores de mercadorias similares competem entre si pelos consumidores. Os produtores e consumidores de um mesmo setor compõem um mercado.

Ramos da economia

Há vários ramos da economia. O estudo dos consumidores e das empresas é chamado de microeconomia. O estudo dos fenômenos econômicos de um país é conhecido como macroeconomia.

Microeconomia

Os economistas que estudam a microeconomia pesquisam como os consumidores gastam seu dinheiro. Eles tentam explicar por que os consumidores preferem um produto a outro e por que uma empresa decide produzir um artigo ou prestar um serviço em lugar de outro.

A quantidade de certo bem ou serviço que os consumidores querem comprar é chamada de procura, ou demanda. A quantidade de produtos ou serviços que as empresas produzem é chamada de oferta. O preço afeta muito a oferta e a procura. Se o fabricante cobrar um preço alto demais por um produto, provavelmente vai vender pouco. Se ele reduzir o preço, provavelmente vai vender mais. O que o fabricante quer é encontrar o preço que dê a ele o maior lucro.

Macroeconomia

Os economistas que estudam a macroeconomia observam o valor de todos os produtos e serviços que um país produz, medindo sua riqueza total. Eles também estudam o crescimento econômico, ou seja, de que maneira a riqueza nacional aumentou.

O governo tem um papel importante na economia de um país. Quando o governo decide quais produtos e serviços devem ser produzidos e vendidos, dizemos que a economia é estatizada. Em países socialistas ou comunistas, normalmente o governo controla os meios de produção — o capital e a terra. Sua economia é, portanto, estatizada.

Ao contrário, quando o governo permite que as empresas e os consumidores decidam o que deve ser produzido, dizemos que a economia é de mercado. Os países capitalistas têm economia de mercado, mas o governo também interfere, aumentando ou abaixando os impostos e as taxas de juros que os bancos podem cobrar. Com esses procedimentos, o povo acaba tendo às vezes mais, às vezes menos dinheiro para gastar com bens e serviços.

Outro significado

Na língua portuguesa, a palavra “economia” serve tanto para designar a ciência econômica como também o ato de poupar. O verbo “economizar” e a expressão “fazer economia” significam “gastar com moderação” ou “poupar”.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.