O eoráptor é considerado um dos dinossauros mais antigos que já existiram. Seu nome significa “ladrão da alvorada”, “saqueador matinal” ou “predador da aurora”.

Quando e onde viveu o eoráptor

O eoráptor viveu há cerca de 223 a 231 milhões de anos. Fósseis ou vestígios desse animal foram descobertos na Argentina, na América do Sul. Ele vivia em uma planície costeira de baixa altitude, na qual havia muitos rios e lagos e chuvas abundantes.

Características físicas

Bem menor do que a maioria dos dinossauros posteriores, o eoráptor tinha cerca de 1 metro de altura e pesava, em média, 10 quilos. Andava ereto sobre as duas pernas posteriores e tinha braços curtos. Suas mãos tinham três dedos longos em forma de presas e seus dentes afiados exibiam formatos diversos. Os dentes superiores eram serrilhados e curvos como os de outros dinossauros carnívoros. Os dentes inferiores eram semelhantes aos dos dinossauros herbívoros.

Comportamento

O eoráptor era carnívoro e se alimentava de pequenos dinossauros herbívoros e de répteis parecidos com mamíferos, os quais eram abundantes naquela época. Cientistas acreditam que o eoráptor, como outros dinossauros carnívoros, também era necrófago, ou seja, comia animais mortos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.