A esfinge é um animal lendário. Tem corpo de leão e cabeça de gente. A esfinge aparece na arte e nas lendas do antigo Egito e da Grécia antiga.

Os antigos egípcios fizeram muitas estátuas grandes de esfinges. A cidade de Luxor tem uma rua ladeada de esfinges. A maior e mais famosa estátua egípcia desse animal mitológico foi esculpida perto das pirâmides de Gizé, em aproximadamente 2500 a.C. Chamada de Grande Esfinge, ela tem a cabeça de um rei egípcio.

Os antigos gregos começaram a criar esfinges por volta de 1600 a.C. Suas esfinges tinham asas. Mais tarde, as esfinges gregas passaram a ser sempre fêmeas. Uma história da mitologia grega conta que a Esfinge de Tebas apresentava um enigma para as pessoas e devorava aqueles que não podiam resolvê-lo. Ela perguntava: “Que animal anda em quatro pernas pela manhã, duas à tarde e três à noite?” Um dia, o herói grego Édipo deu a resposta certa: “O ser humano, porque engatinha quando bebê, anda em duas pernas quando cresce e se apoia em uma bengala na velhice”. Então a Esfinge se matou.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.