As especiarias são partes secas de várias plantas que têm cheiros ou sabores fortes. As pessoas usam as especiarias para temperar a comida. Os óleos retirados dessas plantas também são usados para fazer perfumes, cosméticos, produtos de higiene pessoal e pastas de dente. As especiarias tiveram papel muito importante na história do mundo. A procura por especiarias levou muitos exploradores a procurá-las em terras distantes.

As especiarias vêm de sementes, frutos e outras partes de certas plantas. O cardamomo, a pimenta-do-reino, o coentro, a papoula, o gergelim e a noz-moscada são sementes. O cravo é o botão de uma flor. A pimenta-malagueta é uma fruta. A canela é feita da casca do tronco de uma árvore. O gengibre e a cúrcuma são raízes. Quando usadas da mesma forma que as especiarias, as folhas de certas plantas normalmente são conhecidas como ervas.

Antigamente, as especiarias eram usadas em medicamentos e em cremes para a pele; também eram utilizadas em cerimônias religiosas. Às vezes, eram empregadas para evitar que os alimentos se estragassem, ou serviam para disfarçar o mau cheiro de carnes que já haviam se estragado.

A maioria das plantas que dão origem às especiarias cresce em regiões quentes. Há centenas de anos, os europeus tinham que buscar muitas das especiarias na Índia e em várias ilhas que hoje em dia fazem parte da Indonésia. Os comerciantes usavam navios e caravanas de camelos para transportá-las. A viagem podia demorar até dois anos. Isso tornava as especiarias muito caras. A partir do século XV, os europeus, entre eles o navegante português Vasco da Gama, começaram a procurar por rotas marítimas que tornassem mais fácil conseguir as especiarias. Essas explorações levaram-nos a descobrir o caminho marítimo para a Índia e a fazer a exploração da América.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.