O esqui é um esporte de inverno que envolve deslizar pela neve usando nos pés um equipamento também chamado esqui. Os esquis são duas longas tiras de metal, madeira ou plástico, com um encaixe e correias para os pés. Muitas pessoas esquiam para se divertir, outras o praticam como esporte competitivo. O esqui é uma atividade ágil e empolgante, mas também pode ser perigoso.

As competições com esqui são um grande acontecimento dos Jogos Olímpicos de Inverno. Há quatro tipos de esqui nas Olimpíadas: nórdico, alpino, estilo livre e snowboard. Nos primeiros três, os esquiadores usam um esqui em cada pé. Em geral eles seguram duas hastes nas mãos, como se fossem bengalas, para manter o equilíbrio ou dar impulso para a frente. Já no snowboard os esquiadores ficam com ambos os pés em um único esqui largo, chamado prancha, e não utilizam as hastes.

Esqui nórdico

O esqui nórdico teve início na Noruega e em outros países do norte da Europa. As competições dessa modalidade incluem a corrida através de campos ou matas (cross-country) e os saltos com esqui. O primeiro tipo acontece em áreas inclinadas. O esquiador deve subir e descer morros, além de atravessar áreas planas.

Em uma competição de salto, o esquiador desce uma rampa íngreme que termina em uma curva voltada para cima. Quando chega ao fim da rampa, ele salta e “voa” a maior distância possível, depois tenta aterrissar em pé. O atleta que salta mais longe e tem o melhor estilo é o vencedor.

Esqui alpino

O esqui alpino começou nas montanhas dos Alpes, na Europa central. As competições alpinas incluem a corrida em declive (ou descida) e o slalom. A corrida em declive é a mais veloz e perigosa de todas as competições com esqui. O esquiador desce por um percurso longo e íngreme, cujo terreno pode ter depressões e obstáculos. Ao longo do percurso há barreiras formadas por mastros colocados sozinhos ou em duplas. O atleta precisa esquiar entre as barreiras e permanecer no percurso. O vencedor é aquele que conclui o trajeto no menor tempo.

A prova de slalom é semelhante à corrida em declive. No entanto, o percurso é mais curto e mais sinuoso. A modalidade exige que o esquiador faça curvas em alta velocidade. As provas slalom gigante e supergigante, ou super-G, são versões mais longas que o slalom comum.

Esqui de estilo livre

O estilo livre combina o esqui e a acrobacia. Há três competições de estilo livre: acrobática, aérea e mogul. O esquiador acrobático dá pulos, saltos mortais e rodopios enquanto esquia em um morro de declive moderado. O esquiador aéreo faz proezas semelhantes no ar, após pular de uma rampa. Já o esquiador mogul desliza em cima e em volta de grandes montes de neve, chamados moguls. Também dá dois saltos e faz proezas no ar. Nas competições de estilo livre, os jurados avaliam as várias habilidades dos esquiadores.

Snowboard

O snowboard se desenvolveu nos Estados Unidos a partir do surfe e do skate. A prancha de snowboard se parece muito com a de skate, com o detalhe de que não tem rodas.

As competições do snowboard são o slalom, o slalom gigante e o slalom supergigantes (ou super-G). Elas são semelhantes às de esqui alpino. O esquiador que conclui o percurso em menor tempo é o vencedor.

Também há competições de snowboard no estilo livre. Elas acontecem em uma rampa em forma de U chamada halfpipe. Essa rampa é a mesma usada em competições de skate, porém no snowboard ela é coberta de neve. Os atletas esquiam de um lado para o outro, adquirindo velocidade. Quando chegam à beira da rampa, fazem manobras no ar. A comissão julgadora avalia o desempenho dos esquiadores.

História

Na Suécia e na Finlândia, foram encontrados esquis que têm, calcula-se, entre 4 mil e 5 mil anos. Um entalhe em uma rocha representando dois homens com esquis, encontrado na Noruega, data de 2000 a.C. Na China, as pessoas esquiam pelo menos desde o século VII d.C. Na Noruega, o esqui era usado em guerras por volta do ano 1200. Soldados da Suécia, da Finlândia, da Rússia e da Polônia também usavam esquis.

O primeiro método de esqui a ser desenvolvido como esporte foi o cross-country. As competições dessa modalidade começaram na Noruega na década de 1840. Por volta de 1860, o esqui havia chegado ao estado americano da Califórnia. As competições de salto começaram na década de 1870. Já as de esqui nórdico fizeram parte dos primeiros Jogos Olímpicos de Inverno, em 1924.

O esqui alpino se desenvolveu entre o final do século XIX e o começo do XX. As competições alpinas passaram a fazer parte das Olimpíadas em 1936.

O esqui em estilo livre e o snowboard entraram por último no rol das competições. As modalidades mogul e aérea ingressaram nas Olimpíadas na década de 1990. As competições de snowboard foram realizadas pela primeira vez nas Olimpíadas de Inverno de 1998.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.