Estrada é o nome que se dá a todo caminho pelo qual circulam carros, caminhões, ônibus, motocicletas e bicicletas. Algumas estradas são feitas só de terra ou cascalho, sendo comumente chamadas de estradas de chão. As estradas mais modernas, em sua maior parte, são pavimentadas com um material duro e firme, geralmente concreto ou asfalto. Entre os diferentes tipos de estrada estão as ruas das cidades, as estradas rurais e as autoestradas.

Como são construídas as estradas

A construção das estradas segue vários passos. Às vezes, o traçado delas surge naturalmente, a partir da circulação de pessoas que se locomovem repetidamente por determinado trajeto. Esse caminho pode ser ampliado para a passagem de veículos. Há, no entanto, outras estradas construídas para ligar localidades mais distantes, superando às vezes muitos obstáculos geográficos. Nesses casos, primeiro os construtores da estrada escolhem uma rota para ela. Eles precisam estudar cuidadosamente quanto a estrada vai afetar o comércio, as casas, o trânsito, as plantas e os animais da área. Em seguida, se as terras por onde a estrada for passar tiverem donos, o governo compra esses terrenos ou seja, os desapropria.

A construção das estradas não pavimentadas é simples. É preciso retirar árvores, arbustos e demais plantas da faixa de terreno por onde vai passar a estrada. Em seguida, é necessário aplainar e compactar a superfície com uma máquina chamada rolo compressor. Esse tipo de estrada é adequado para lugares em que passam poucos carros.

As estradas usadas por muitos carros devem ser mais resistentes do que as estradas com pouco trânsito. Por isso, devem ser pavimentadas. Entre os materiais de pavimentação estão o asfalto e o concreto. O asfalto é um material escuro, espesso e flexível, feito a partir do petróleo. O concreto é uma mistura de cimento, água, areia e cascalho. Ao secar, ele se torna duro como pedra.

A construção de uma estrada resistente pode começar com uma camada de asfalto. Por cima do asfalto pode ir uma camada de areia, cascalho ou pedra britada. A obra é finalizada com uma nova camada de asfalto ou então de concreto. O concreto pode ter redes ou varas de aço por dentro, para se tornar mais resistente.

A maior parte das estradas modernas é construída com uma leve inclinação do centro para as bordas. A inclinação permite que a água da chuva escoe para fora do leito usado pelos veículos. Essas estradas têm também um sistema para drenar a água das bordas.

História

Os povos do antigo Egito e do Oriente Médio construíram as primeiras estradas há mais de 4 mil anos. Mais tarde, os antigos romanos ficaram famosos por suas estradas. Eles construíram estradas pavimentadas com pedras por toda a Europa e além. Os espanhóis construíram as primeiras estradas na América do Norte seguindo as trilhas dos indígenas. Os portugueses construíram as primeiras estradas no Brasil, também aproveitando antigos caminhos indígenas.

Antes da invenção dos automóveis, no final do século XIX, as estradas eram utilizadas por quem viajava a pé, a cavalo ou de carroça. Os carros se tornaram populares a partir do começo do século XX, e as pessoas começaram a construir mais estradas pavimentadas. Nas décadas de 1940 e 1950, com o aumento do número de veículos no mundo, vários países começaram a construir sistemas de grandes estradas pavimentadas, chamadas autoestradas. Contudo, em alguns países pobres a maioria das estradas ainda é de terra.

Impactos

Ao mesmo tempo que levam o progresso e o desenvolvimento a novas regiões, as estradas podem também provocar desastres ambientais se não houver controle, por parte do governo, sobre os limites das áreas que serão atingidas pela abertura dos novos traçados. Na Amazônia, as comunidades indígenas e a preservação da floresta sofreram impactos negativos com a construção de algumas estradas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.